Busca
Agronegócio Prospera

Primeiro ano de um negócio: 7 erros que você não pode cometer

A imagem mostra uma caneca derrubando café em cima de planilhas e da calculadora, indicando um erro cometido em um negócio.

O que você precisa saber: 

  • O primeiro ano de um negócio é o mais difícil, por isso é importante tomar um cuidado especial nesse período; 

  • Entre os desafios que todo empreendedor tem no primeiro ano de seu negócio estão ser reconhecido pelo público e se manter no mercado; 

  • É preciso se atentar ao cuidado financeiro, à precificação e a busca por capacitação para manter o negócio em seu primeiro ano. 

Todo mundo que começa um negócio quer que ele seja bem-sucedido. Mas, o que poucos sabem é que o primeiro ano de abertura é um dos mais difíceis para qualquer empreendedor. 

Isso porque é nesse período que a empresa precisa se manter no mercado, se tornar conhecida pelo público, enfrentar a concorrência e todos os outros desafios que fazem parte da rotina de um negócio. 

Então, se você está no primeiro ano do seu negócio ou está pensando em ser uma pessoa empreendedora, nós do Prospera listamos os principais erros que você não pode cometer ao abrir seu negócio. 

Leia agora! 

Os 7 erros que você não pode cometer no primeiro ano do seu negócio 

O primeiro ano de um negócio é feito de tentativas, erros e acertos. 

Por isso, não se preocupe ou se assuste se algo der errado logo na primeira vez: as vezes, é preciso testar algo de maneiras diferentes para ver os resultados antes de decidir por algo definitivo em seu negócio. 

Mas, há alguns erros que você não deve cometer de maneira alguma logo no primeiro ano. São eles: 

  1. Não ter um planejamento 

O planejamento é o ponto de partida para qualquer negócio: é ele que vai indicar onde você quer chegar, como vai fazer isso e em quanto tempo pretende fazer. 

Também é para o planejamento que você vai se voltar quando as coisas começarem a dar errado. Mas, não se preocupe: elas vão dar errado e é algo comum. O importante é que você se planeje para saber como agir quando isso acontecer e sempre saber qual caminho deve seguir em momentos como esse. 

  1. Não cuidar da parte financeira 

Não pensar nas suas finanças, não separar as finanças pessoais das finanças do seu negócio, não ter um registro do que entra e do que sai do seu caixa e não saber quais os custos do seu negócio: esses são só alguns dos erros comuns que empreendedores que estão começando cometem na parte financeira. 

Eles podem gerar prejuízos financeiros e levar a empresa a falência. Por isso, saber como começar a cuidar das finanças é um dos aprendizados mais importantes para o primeiro ano de um negócio. 

  1. Precificar os produtos do jeito errado 

Definir preços de produtos pode ser um desafio, já que é preciso levar em conta desde os custos que você tem até o preço da concorrência. Mesmo assim, é preciso se aproximar o máximo possível de um preço que cubra os custos, mantenha o negócio funcionando e te dê lucro. 

Fazer a precificação da maneira correta é algo necessário para que seu negócio dê certo, principalmente em seu primeiro ano, quando é preciso conquistar o público e se destacar da concorrência. 

Microcrédito Prospera Santander

  1. Deixar a concorrência de lado 

É preciso prestar atenção na concorrência a todo tempo. É dessa maneira que você consegue entender como seus competidores estão trabalhando, o que você pode fazer para se diferenciar deles e quais são seus pontos semelhantes. 

Por isso, é importante fazer uma análise da concorrência e mantê-la sempre atualizada, garantindo que você tenha informações para sempre estar à frente da competição. 

  1. Não prestar atenção ao cliente 

O cliente é o que você tem de mais importante em um negócio, ainda mais em seu primeiro ano, quando é preciso conquistá-lo e mantê-lo por perto para garantir que ele volte a fazer negócio com você. 

Então é preciso, além de atender bem, se atentar sempre ao que os clientes precisam, já que isso pode te ajudar a entender mais sobre o seu público e a traçar estratégias para fazer seu negócio a se destacar no mercado. 

  1. Não fazer atendimento online 

Boa parte dos brasileiros está na internet hoje em dia. Isso significa que seu negócio precisa estar também. 

Ter um perfil nas redes sociais, como Instagram ou prestar atendimento pelo WhatsApp é uma maneira de garantir sua presença online, chamar atenção do público com seus posts, conquistar novos clientes e ainda manter os que você já tem. 

  1. Não buscar capacitação 

Você não precisa ter um diploma em administração ou contabilidade para começar seu negócio, mas isso não significa que você não tenha que estudar para isso. 

Ou seja, no primeiro ano do seu negócio – e durante toda a existência dele – você precisa buscar capacitação para que possa entender sobre os vários aspectos de seu funcionamento, desde a parte administrativa até a divulgação local e estratégias de marketing. 

A melhor parte disso é que existem diversas iniciativas para ajudar quem empreende a ter a melhor capacitação para garantir o sucesso do seu negócio. 

Uma dessas iniciativas é o Programa Avançar, que oferece cursos online e 100% gratuitos para empreendedores e para quem está pensando em começar um negócio, além de ter uma plataforma cheia de conteúdos de áudio, vídeo e texto – como esse que você está lendo agora. 

Não perca mais tempo: conheça agora mesmo os cursos gratuitos do Programa Avançar

Post ID: | Current Page ID: 5230

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.