Busca
Agronegócio Gestão de Negócios

Persona: O que é, como definir e por que o seu negócio deve ter uma

mulher com expressão de dúvida sobre persona e ponto de interrogação

O investimento em estratégias de marketing digital é essencial para empresas que desejam crescer no mercado e se comunicar com o público de uma forma assertiva. Nesse sentido, para construir a imagem ideal para a sua marca, a criação de uma persona é fundamental. 

A persona leva em consideração características e preferências do seu possível cliente. Afinal, para que haja interesse pelo produto ou serviço em questão, é necessário que todos os pontos do seu negócio sejam pensados especialmente para quem você deseja atender.   

Este artigo foi feito para te ajudar a entender tudo sobre este conceito e aprender como colocar em prática. Se este é o seu objetivo, atente-se às dicas abaixo. 

O que é persona?  

Persona é a representação fictícia e embasada do seu cliente ideal. Para que ela seja definida, primeiramente, é necessário que seja realizado um estudo aprofundado sobre o seu público-alvo.  

Nesse caso, não basta mapear dados como sexo, idade e localização — informações sobre preferências, comportamentos, desejos e hábitos de consumo também fazem parte da criação da persona.  

O principal objetivo de todo o processo é a criação de um personagem. Caso a estratégia seja bem executada, o resultado é que o seu negócio desperte cada vez mais o interesse dos consumidores certos.  

Qual a diferença entre público-alvo e persona?  

Embora os dois conceitos estejam relacionados, cada um possui suas particularidades. 

O público-alvo dispõe os dados de uma maneira mais geral, considerando o perfil de consumidor que você atende ou pretende atender. Já a persona tem o intuito de representar o seu cliente ideal de forma humanizada. Para que você entenda melhor a diferença, nada melhor que acompanhar como tudo funciona na prática:  

Exemplo de público-alvo: Mulheres de 35 a 45 anos, casadas, residentes em grandes cidades, com renda média mensal de R$ 4.000. Gostam de investir em produtos de beleza e procedimentos estéticos. 

Exemplo de persona: Simone tem 42 anos, é casada e mora em São Paulo. Formada em contabilidade, trabalha em um escritório e ganha R$ 3.850 por mês. Ela é muito vaidosa e gosta de investir em procedimentos estéticos para prevenir o envelhecimento, além de realizar cuidados em casa com produtos como protetor solar e hidratante.  

Qual a importância da persona para o seu negócio?  

Para que você entenda melhor como o conceito pode ajudar o seu negócio, aqui vai um exemplo: não faria sentido tentar despertar em um vegetariano o desejo de ir a uma churrascaria, certo? 

Tenha em mente que, divulgando sua marca sem levar em consideração as preferências do seu potencial cliente, é improvável que o seu negócio cresça e desenvolva um público mais amplo.  

Por isso, o ideal é apostar em estratégias de atração mais inteligentes. Para encontrar maneiras de alavancar suas vendas, você deve conhecer exatamente quem tem (ou pode desenvolver) interesse pelo seu produto ou serviço.  

Nesse caso, além do público-alvo, a persona faz toda a diferença. Por meio da representação ideal do seu cliente, é possível desenvolver conteúdos mais atrativos e úteis. A longo prazo, a tendência é que o seu público se torne cada vez mais engajado e, consequentemente, as vendas sejam mais expressivas.   

Uma marca pode ter mais de uma persona?  

Sim. Caso o seu negócio não tenha um único público-alvo, é interessante criar mais de uma persona.  

Dessa forma, você deve ter uma persona primária e outras secundárias. O objetivo é separar o maior foco da sua marca de outros segmentos que você também atende, mas em menor demanda.  

Com esta separação, é possível satisfazer aos desejos e necessidades de todos os seus clientes, adaptando as ofertas e conteúdos de acordo com cada perfil.  

Mais uma vez, é importante ressaltar que essa estratégia só deve ser aplicada quando a sua empresa atende a mais de um tipo de público, seja em idade, gênero, classe social ou circunstâncias que modifiquem as preferências de compra. 

Curso para Empreendedores – Invista no seu negócio

Como criar uma persona?  

O primeiro e mais importante passo para criar uma persona para o seu negócio é um público-alvo bem definido. Afinal, não é possível traçar o perfil de um consumidor ideal sem ao menos saber quem ele é.  

Para coletar os dados, divulgue uma pesquisa com seus clientes, deixando bem claro qual é o seu produto ou serviço. 

Tome como base as perguntas abaixo e, se possível, inclua outras levando em consideração o seu nicho

  • Quais são as principais características do seu potencial cliente? (Leve em conta informações sobre idade, renda, escolaridade, sexo e localização). 

  • Na vida pessoal e profissional, por quais atividades ele se interessa?  

  • Quais são seus hobbies?  

  • Quais são seus desejos, necessidades e dificuldades?  

  • Quais tecnologias ele usa?  

  • De que maneira ele costuma se informar e quais são suas principais influências?  

  • Quais são suas marcas favoritas? 

  • Quais são seus critérios durante a decisão de compra?  

Além do embasamento necessário, as respostas corretas te darão boas ideias para iniciar o desenvolvimento da persona.  

Exemplos de persona  

Agora que você já sabe a importância da persona e recebeu as orientações necessárias para criar uma para o seu negócio, confira os exemplos que preparamos abaixo. 

Lembre-se sempre de incluir nome, profissão, dados demográficos, desejos, desafios e valores na representação do seu cliente. As informações devem mudar totalmente de acordo com o seu negócio, serviço e público.  

Suponhamos que a empresa em questão seja voltada à saúde e cuidados com pets, oferecendo dois produtos diferentes. 

  1. Maria Clara, persona que busca planos de saúde para pets 

Maria Clara, de 28 anos, é analista de sistemas e mora em um apartamento no Rio de Janeiro com seu pet Thor, um cachorro da raça Golden. Atuando em um escritório home office, sua renda é de R$ 6 mil por mês.  

Como Thor é sua maior companhia, Maria procura garantir todos os cuidados possíveis e o leva para fazer exames semestralmente. Para continuar dando todo o suporte necessário e prevenir qualquer problema, ela está em busca de um plano de saúde para pet com um bom custo-benefício. 

Para atrair clientes semelhantes à Maria Clara, suas estratégias poderiam ser: 

  • Realizar postagens e anúncios nas redes sociais; 

  • Fazer parcerias com pet shops e veterinários. 

  1. Daniel, persona que busca um pet sitter 

Daniel, de 32 anos, é advogado e mora em São Paulo. Atuando em um escritório renomado da cidade, sua renda mensal é de R$ 8.500. Por morar sozinho, ficar fora o dia todo e fazer eventuais viagens a trabalho, ele não consegue dar a devida atenção ao seu gatinho Bruce.  

Por isso, Daniel está procurando os serviços de um pet sitter (babá de pet), para ir até a sua casa cuidar do seu bichinho em momentos de ausência.  

Para atrair clientes semelhantes ao Daniel, suas ações poderiam ser: 

  • Fazer postagens e anúncios nas redes sociais; 

  • Distribuir panfletos para divulgar o serviço em regiões que contam com este público. 

Conheça nosso curso de marketing digital 

A persona é apenas um dos conceitos que podem ajudar a sua empresa a se destacar no mercado. Para aumentar suas chances de alcançar o sucesso, vale a pena aprimorar seus conceitos sobre marketing digital.  

A boa notícia é que temos um curso gratuito e com certificado voltado para este tema! Quer saber mais? Inscreva-se aqui!  

Post ID: | Current Page ID: 5860

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.