Busca
Agronegócio Prospera

Como escolher o nome e o logotipo para meu negócio?

Pessoa desenhando logotipos para seu negócio.

O que você precisa saber: 

  • O nome e o logotipo são, na maioria das vezes, o primeiro contato do cliente com um negócio; 

  • Há uma diferença entre nome fantasia e razão social de um negócio — e é importante saber o que cada um deles significa; 

  • Quanto mais simples o logotipo, melhor. 

Escolher o nome e o logotipo do seu negócio são os primeiros passos para dar vida a ele e torná-lo conhecido pelo público. Por isso, essas são algumas das decisões mais importantes que serão tomadas em qualquer negócio. 

Nesse artigo, nós do Prospera vamos te mostrar como escolher o nome e o logotipo da sua empresa, além de falar sobre detalhes que vão tornar essa decisão mais fácil! 

Leia agora! 

O que é nome fantasia? 

Antes de saber como escolher o nome do seu negócio, é importante saber o que é nome fantasia e sua diferença com a razão social.  

Também chamado de nome comercial ou nome de fachada, o nome fantasia é o nome pelo qual o cliente conhecerá seu negócio. Ou seja, esse é o nome que estará em sua fachada, em suas redes sociais, como Instagram, em seu logotipo, produtos e em todos os outros materiais com os quais os clientes têm contato. 

Por isso, quando falamos sobre escolher o nome da empresa, falamos sobre escolher o nome fantasia dela. 

Qual a diferença entre razão social e nome fantasia?  

Enquanto o nome fantasia é o nome pelo qual a empresa será conhecida pelos clientes, a razão social —também chamada de denominação social — é o nome pelo qual ela está registrada nos órgãos do governo. 

A razão social é criada na hora da abertura do CNPJ, ou seja, quem é MEI também tem uma razão social.  

Em resumo, a razão social é o nome que a pessoa jurídica recebe, enquanto o nome fantasia é o nome pelo qual os clientes conhecem a empresa. 

Por que é importante escolher um bom nome e um logotipo para a empresa? 

Na maioria das vezes, o nome e o logotipo são os primeiros contatos que um cliente tem com um negócio. 

Por isso, tanto o nome de um negócio quanto o seu logotipo devem ser marcantes, para que as pessoas possam lembrar de cara sobre qual empresa está se falando quando ouvirem seu nome ou verem seu logotipo. 

Além disso, tanto o nome fantasia quanto o logotipo também têm a missão de serem relacionados à atividade da empresa, e significarem algo para o dono. Ou seja, é uma das decisões mais importantes que é tomada em um negócio. 

Como escolher um bom nome para a empresa? 

Escolher um bom nome fantasia para um novo negócio é uma missão complicada, mas não impossível. Não existe uma fórmula mágica para fazer isso, mas existem pontos que é preciso considerar e algumas dicas que você pode seguir para isso. 

Se tratando da escolha do nome, é preciso levar em conta: 

  • A mensagem que o nome irá transmitir: esse será o nome que estará em panfletos, cartões, redes sociais, internet e, principalmente, na boca dos clientes. Por isso, é preciso que ele transmita a mensagem correta para o público; 

  • Com o que sua empresa trabalha: usar o nome da atividade praticada, de um produto vendido ou de serviços prestados é uma boa maneira de se diferenciar da concorrência e ainda mostrar para o público com o que você trabalha; 

  • Como será a pronúncia e a escrita dele: nomes estrangeiros, compridos demais, que tem gírias regionais ou que são difíceis de escrever podem atrapalhar o seu público, tornando-o um nome complicado para falar e fazendo as pessoas cometerem erros na hora de escrever, além de torná-lo difícil de lembrar; 

  • Se o nome terá alguma associação com algo existente: essa regra deve ser observada principalmente quando a associação torna o nome de duplo sentido, algo que possa ofender outras pessoas ou dê uma conotação negativa ao nome; 

  • A concorrência e outras empresas com o mesmo nome: se a concorrência, além de vender os mesmos produtos, tem o mesmo nome que o seu negócio, fica difícil para o público diferenciar as empresas. Por isso, é importante que você faça uma pesquisa e descubra também quais são outros negócios que tem esse nome e o que eles vendem. 

Como fazer a escolha do nome do seu negócio? 

Agora que você já sabe o que levar em conta na hora de escolher o nome do seu negócio, temos um passo a passo para te ajudar nesse processo. 

  1. Reúna todas as ideias 

Organizar e ver quais são as ideias para o nome é o primeiro passo para a escolha do nome fantasia do negócio. Para isso, faça uma lista com os nomes que você pensou. Nesse passo, vale ouvir sugestões dos amigos e da família também. 

  1. Escolha as ideias que mais te agradam 

Sempre há um nome favorito entre as ideias que você teve para o nome. Separe-os dos outros e teste eles primeiro. Caso nenhum te agrade, você pode voltar e testar os outros nomes da lista. 

  1. Faça testes com as pessoas 

Como falamos antes, o nome de uma empresa deve ser fácil de pronunciar e de escrever. Por isso, depois de escolher os seus favoritos, teste ele com pessoas diferentes. Peça para que elas pronunciem o nome, escrevam ele e deem a opinião. Esse passo é importante também para que você consiga perceber se gosta mesmo da ideia que teve ou, quando ela é dita pelos futuros clientes, ela não parece tão boa assim. 

  1. Faça uma consulta para descobrir se já existe uma empresa com esse nome na sua região 

Falamos sobre isso na parte sobre o que levar em conta na hora de escolher o nome do seu negócio, mas é importante que você sempre pesquise e descubra se existe outra empresa com o mesmo nome. Isso é ainda mais importante se essa empresa estiver na mesma região em que a sua está, já que isso pode deixar o público próximo confuso. 

  1. Escolha o nome 

Talvez você tenha que repetir os primeiros três passos algumas vezes antes de finalmente encontrar um bom nome para seu negócio e isso não é um problema. Mas, depois de algum tempo, você encontrará um nome que se encaixe perfeitamente com o seu negócio, as atividades que você pratica e como você quer que o cliente veja sua empresa. 

O que fazer depois de escolher o nome da empresa? 

A primeira coisa a se fazer é descobrir se ninguém registrou o nome como uma marca. Isso pode ser feito com uma pesquisa simples e online no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) ou na Junta Comercial do estado. 

Isso é importante pois evita que você se veja em meio a algum processo por uso indevido de alguma marca já existente. 

Depois de fazer isso e garantir que o nome escolhido não pertence a uma marca já registrada, é hora de fazer um logotipo! 

O que é logotipo? 

O logotipo é a representação gráfica da uma empresa. Ou seja, é um símbolo, um desenho ou um ícone que representa o nome e/ou a atividade que a empresa pratica. 

Muitas vezes, ele é chamado também de logomarca ou apenas logo. 

Por que o logotipo é importante? 

Assim como o nome é importante para que o público sempre se lembre do seu negócio, o logotipo é uma maneira da sua empresa ser reconhecida visualmente. Isso porque ele faz parte de sua identidade visual, um conjunto de elementos, cores, embalagens e formatos que facilitam que o público identifique uma empresa. 

Quer ver como isso funciona? Se te falarmos para pensar em um grande M amarelo, que marca vem à sua mente? McDonald’s, não? E se te falarmos para pensar em um quadrado azul com um f branco dentro? Sim, é o Facebook! 

Essas marcas têm logotipos e identidades visuais que são reconhecidos por todo o mundo e podem ser entendidos até mesmo sem o nome da empresa estar por perto. É claro, isso é resultado de muitos anos de trabalho com o logotipo da empresa, mas já passa o recado: a principal função de um logotipo é ter seu visual reconhecido pelo público. 

O que levar em conta na hora de fazer um logotipo para a empresa? 

Assim como é preciso levar em conta alguns fatores para escolher um bom nome para um negócio, existem pontos que devem sempre ser levados em conta na hora de escolher um logotipo para a empresa. Vejamos quais são elas: 

  • O nome da empresa: considerar o nome da empresa antes de criar o logotipo é fundamental pois ele também será parte do logo. Então, é preciso encontrar qual a fonte — ou seja, o tipo de letra — que combina com o nome e com o logotipo. Lembre-se: é importante usar só uma fonte no logotipo, ou ele ficará carregado de informações e isso pode ser confuso para quem vê o logo. 

  • A simplicidade do desenho: logotipos carregados de informações costumam confundir o público e, além de tudo, não são muito bonitos. Por isso, é importante se manter simples. Empresas e produtos como Coca Cola, Havaianas, Natura e Santander tem logotipos simples e que funcionam! Use-as como exemplo. 

  • A atividade praticada: quantas padarias tem pães em seu logotipo? E quantos açougues tem um logotipo com alguma referência ao boi ou algum outro tipo de animal? Usar a atividade da empresa como referência na hora de criar um logotipo pode ser uma ótima ideia para fazer com que seus clientes saibam na hora o que seu negócio faz! 

  • As cores e seus significados: cada cor tem um significado e passa uma mensagem diferente. É isso o que diz a Psicologia das Cores, uma teoria que diz que as cores impactam pessoas de maneiras diferentes. Por exemplo, essa teoria diz que vermelho desperta amor e paixão, azul é uma cor relacionada a responsabilidade, laranja é algo que lembra positividade, preto, elegância e verde dá a ideia de segurança e equilíbrio. Descubra o que cada uma significa e escolha de acordo com a mensagem que sua empresa quer passar para os clientes. 

  • Se o logotipo lembra algum símbolo ou ícone já existente: essa regra vale principalmente para símbolos religiosos, de marcas já registradas ou que representem ideias ofensivas ou relacionadas a algum tipo de organização criminosa. 

Como criar um logotipo para minha empresa? 

É possível criar um logotipo para seu negócio seguindo alguns passos. Reunimos eles aqui para te ajudar. Veja agora! 

  1. Busque referências e inspirações 

Ver como são os logotipos de outras empresas da sua área (e até mesmo dos seus concorrentes) é uma maneira de se inspirar e conhecer outros logos que podem te ajudar na elaboração do seu. Além disso, isso já garante que você não faça nada parecido com algo já existente. 

  1. Faça um esboço da sua ideia 

Você provavelmente tem uma ideia de como quer que seu logotipo seja, não é mesmo? Então, desenhe ela! Não precisa ser o melhor desenhista do mundo para isso: esse é apenas um esboço, o primeiro passo para o que vai se tornar o seu logotipo. 

Esse é o passo onde você escolhe as cores que mais te agradam e qual é o tipo de letra que você vai usar. E, se você tem mais do que uma ideia, essa também é a hora perfeita para fazer todas e ver a que mais te agrada. 

  1. Teste o logotipo

Talvez você tenha que caprichar mais no desenho e nas cores dele nesse passo, mas, depois de ter suas ideias reunidas em um só lugar, teste-as com pessoas, como amigos e familiares e peça opiniões. 

  1. Crie a versão digital do logotipo  

Essa é a fase em que seu logotipo ganhará vida. Crie ele de maneira digital — ou seja, no computador ou no celular —, acrescentando todos os detalhes que você pensou, as cores, estilos de letra e desenhos. 

Uma opção para fazer isso é o Canva, um site editor de imagens onde é possível criar logotipos, posts para redes sociais, panfletos e vários tipos de materiais visuais digitais e para a impressão. 

  1. Teste novamente 

Faça uma segunda rodada de testes, pedindo opiniões de amigos e familiares sobre seu logotipo quase finalizado. Pergunte sobre o que eles sentem vendo aquele logotipo, qual mensagem o logo está passando e o que eles acham que a empresa com aquele logotipo está vendendo.  

  1. Dê os retoques finais e defina seu logotipo 

Depois de mais uma rodada de testes, é hora de definir o logotipo. É importante lembrar que todo esse processo pode acontecer diversas vezes, assim como na escolha do nome, então não se preocupe se demorar mais do que o esperado. 

O que fazer depois de escolher o logotipo da empresa? 

Depois de escolher o logotipo, é importante começar a utilizá-lo: crie um Instagram para divulgar seus produtos e serviços e use-o como foto de perfil, crie panfletos, materiais e outras partes visuais para que seu público conheça seu negócio e reconheça o logo. 

Algumas empresas costumam fazer também etiquetas e embalagens personalizadas com o logotipo, para que quando os clientes recebam os produtos em casa, eles possam reconhecer a empresa logo de cara. 

Se você quer criar redes sociais para sua empresa, mas não sabe por onde começar, estamos aqui para te ajudar. Descubra como saber quais são as melhores redes sociais para sua empresa em nosso conteúdo gratuito! 

Artigo relacionados: 

Post ID: | Current Page ID: 5096

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.