Busca
Agronegócio Gestão de Negócios

Indicadores econômicos: Conheça os principais e descubra sua importância para os negócios

A imagem mostra uma série de gráficos, ilustrando o assunto "indicadores econômicos".

O que você precisa saber: 

  • Existem indicadores econômicos que podem ser usados dentro de uma empresa e os indicadores macroeconômicos, que permitem a análise econômica de um país; 

  • Esses indicadores são importantes para entender se o mercado está favorável para uma empresa, para saber onde e quando investir; 

  • Indicadores econômicos são diferentes de KPIs. 

Seja para planejar os investimentos e a expansão da sua empresa ou para planejar os seus próprios investimentos em ações, poupança ou até mesmo criar uma reserva de emergência, é fundamental compreender e analisar os cenários econômicos – tanto os do momento quanto os do futuro. 

E, para isso, é importante entender o que são os indicadores econômicos e como eles funcionam. Por isso, nesse artigo, nós do Programa Avançar vamos te mostrar quais são os principais indicadores econômicos que você precisa conhecer para cuidar das suas finanças e das finanças da sua empresa. 

Continue lendo para saber mais! 

O que são indicadores econômicos? 

Indicadores econômicos são estatísticas e resultados que mostram o andar da atividade econômica. 

Eles podem ser usados por cidades, estados, regiões, países ou até mesmo uniões econômicas entre países, como é o caso da União Europeia ou o Mercosul, ou por empresas, sejam elas públicas ou privadas. 

Ou seja, os indicadores econômicos ajudam a entender e visualizar o desempenho financeiro e econômico de algo. 

Da mesma forma, com sua análise, é possível entender quais os melhores investimentos para serem feitos e quais serão seus possíveis resultados. 

Por que os indicadores econômicos são importantes? 

Os indicadores econômicos são uma maneira de entender como está o mercado. Analisando-os, é possível: 

  • Entender quando e onde investir; 

  • Saber se o mercado está favorável para o seu negócio; 

  • Analisar se é hora de começar um novo negócio

  • Saber como guardar suas finanças pessoais e as do seu negócio; 

Quais são os indicadores econômicos? 

Aqui, vamos dividir os indicadores econômicos em dois tipos: os indicadores econômicos para empresas e os indicadores macroeconômicos, ou seja, aqueles relativos à macroeconomia. 

Macroeconomia é uma área de estudo da economia que analisa os fenômenos econômicos dos países, como eles se influenciam e se relacionam. 

Quais são os indicadores macroeconômicos? 

Entre os indicadores macroeconômicos que são utilizados para analisar a economia de um país estão: 

PIB 

O Produto Interno Bruto (PIB) é um indicador que representa a produção de todos os bens e serviços de um país. Por isso, ele é visto como o principal indicador de desenvolvimento econômico, já que sua análise permite observar a a saúde econômica tanto do país quanto de seus setores econômicos. 

O PIB pode ser acompanhado no site do IBGE

PIB per capita 

Por usa vez, o PIB per capita é o resultado da soma do PIB dividida pelo número de habitantes do país. 

Analisando esse indicador, é possível entender o nível de riqueza dos cidadãos de um país de acordo com a região onde eles vivem – o que também torna possível compreender a desigualdade econômica.  

Assim como o PIB, o PIB per capita pode ser acompanhado no site do IBGE. 

IPCA 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é o índice que mede a variação de preços de um conjunto de produtos e serviços que são consumidos no país. 

Com ele, é possível compreender a inflação no país e compará-la com períodos anteriores para observar se houve alta nos preços – e de quanto foi essa alta. 

O IBGE também é responsável por divulgar os resultados do IPCA

Selic 

A taxa Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira. Ela é reajustada a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM), que define se ela será mantida, abaixada ou aumentada. 

Por isso, a taxa Selic serve como base para todas as taxas de juros do país, tornando necessária monitorá-la pois ela interfere no poder de compra da população. 

A taxa Selic é divulgada no site do Banco Central do Brasil

Índice de desemprego

O índice de desemprego é o número de pessoas que estão desempregadas no país. Ele deve ser monitorado pois, com o desemprego, há diminuição do poder de compra, gerando menor demanda por produtos e serviços e, consequentemente, um faturamento menor da parte das empresas. 

O índice de desemprego no Brasil pode ser consultado no site do IBGE. 

INPC 

O Índice Nacional de Preços no Consumidor (INPC) é um indicador econômico que é calculado tendo como base a variação de preços de produtos que são consumidos por famílias brasileiras que ganham entre 1 e 5 salários-mínimos. 

Observando o INPC, é possível entender as principais tendências da inflação no país. 

O INPC é disponibilizado pelo IBGE.  

IGP-M 

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) é o indicador que mede as flutuações de preços das diferentes atividades econômicos do país. 

Assim, ele permite observar detalhes da atividade econômica em diferentes etapas de um processo produtivo. Além disso, o IGP-M também é utilizado para reajustar os valores de contratos de moradia, o que o fez ser conhecido como “inflação do aluguel”.  

A Fundação Getúlio Vargas disponibiliza os dados do Índice Geral dos Preços todos os meses. 

Dólar 

Apesar de ser uma moeda estrangeira, é preciso ficar de olho na variação do dólar quando falamos sobre indicadores econômicos: essa é a moeda mais forte do mundo, o que faz com que ela se torne um dos indicadores que devem ser monitorados. 

A movimentação do dólar dentro de um país e suas taxas de câmbio podem desvalorizar ou valorizar sua moeda, afetando preços de produtos e serviços, assim como afetando o mercado financeiro em geral.  

A taxa de câmbio do dólar e de outras moedas mundiais pode ser acompanhada no site do Banco Central do Brasil. 

Taxa CDI 

Sigla para Certificado de Depósito Interbancário, essa taxa é utilizada para observar as taxas de juros de empréstimos entre os bancos. 

Essa taxa deve ser observada pois todo banco deve terminar o dia com saldo positivo, garantindo que o sistema financeiro brasileiro esteja saudável e funcionando. 

A taxa CDI também é usada como base para fazer o cálculo do rendimento de investimentos de renda fixa, como o CDB, um tipo de empréstimo para bancos acrescido de juros. 

Curso Gratuito de Fluxo de Caixa com Certificado - Programa Avançar

Quais são os indicadores econômicos de uma empresa? 

Existem quatro tipos diferentes de indicadores econômicos que podem ser usados para medir o desempenho econômico de uma empresa: 

  • Rentabilidade. 

  • Lucratividade. 

  • Endividamento. 

  • Preço. 

Indicadores de rentabilidade 

Os indicadores de rentabilidade são aqueles que medem o rendimento da uma empresa. 

Entre esses indicadores, estão o: 

Indicadores de lucratividade 

Os indicadores de lucratividade são aqueles que mostram quanto lucro a empresa está gerando. 

Entre os indicadores de lucratividade estão: 

Indicadores de endividamento

Os indicadores de endividamento são usados para oferecer dados sobre as dívidas da empresa e quanto é necessário lucrar para conseguir pagá-las. Esses dados também ajudam a empresa a decidir se é hora de buscar crédito para o negócio. 

Os indicadores de endividamento são: 

  • Imobilização dos Recursos a Longo Prazo (IRPL); 

  • Participação de Capitais de Terceiro (PCT); 

  • Composição do endividamento (CE); 

  • Imobilização do Patrimônio Líquido (IPL); 

  • Índice de Endividamento Financeiro (EF); 

  • Índice de Endividamento Geral (EG). 

Indicadores de preço

Apesar de serem usados pelas empresas, os indicadores de preço são voltados para os investimentos: eles tornam possível avaliar preços de ações para descobrir se vale a pena investir nelas ou não. 

Esses cálculos são chamados de valuation e cada um é voltado para um objetivo, o que permite que sejam utilizadas diversas técnicas de precificação de acordo com os objetivos da análise. 

Qual a diferença entre indicadores econômicos e KPIs? 

Apesar de ambos serem indicadores que tornam possível analisar o cenário econômico de uma empresa, KPIs (Key Performance Indicator) e indicadores econômicos não são iguais. 

Enquanto os indicadores econômicos ajudam a entender e analisar o cenário econômico de uma empresa, uma cidade, um estado ou um país, por exemplo, os KPIs são indicadores que medem o sucesso de uma ação feita pela empresa ou da empresa como um todo. 

Com o KPI, que é estabelecido pela própria empresa, é possível analisar os resultados para entender se as ações tomadas são efetivas ou devem ser revisadas.  

No blog do Programa Avançar, você encontra um guia completo sobre KPIs e como utilizá-los dentro da sua empresa!

Saiba mais sobre o Programa Avançar

Com foco no desenvolvimento do empreendedor, trazemos uma série de conteúdos que auxiliam na gestão do seu negócio. Além de vídeos, podcasts e ebooks atualizados com as novidades do mercado, o Avançar oferece uma série de cursos com foco no empreendedor, entre eles: Curso de Educação Financeira, Curso de Crédito e Curso para MEI.  

Comece agora mesmo seu curso gratuitamente e ganhe um certificado digital. Cadastre-se!

Como abrir sua Conta MEI Santander

Simples, digital e precisa de apenas 3 documentos: 

• Documento de identidade (RG ou CNH) 

• Número de CPF 

• Certificado de MEI 

>> Abra a sua conta MEI << 

Post ID: | Current Page ID: 4903

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.