Busca
Agronegócio Gestão Financeira

ROI: O que é e como calcular o Retorno sobre Investimento

A imagem mostra a palavra ROI escrita em uma lousa, com um gráfico ilustrativo na frente.

O que você precisa saber: 

  • O ROI é um indicador que permite que a empresa saiba o quanto está ganhando em cada investimento que faz; 

  • Um bom ROI deve ser sempre maior que 1, o que mostra que a empresa está recebendo mais do que o investimento feito; 

  • Porém, é preciso tomar alguns cuidados com o uso do ROI, como se atentar ao tempo de investimento e à inflação. 

Quando se tem uma empresa, é preciso aprender sobre a gestão financeira dela: indicadores, documentos e cálculos fazem parte da rotina e são importantes tanto para o sucesso do negócio quanto para garantir que tudo esteja de acordo com a lei. 

O ROI é um desses indicadores. Com ele, é possível entender como investir o seu dinheiro para fazer seu negócio crescer e se desenvolver mais. 

Nesse artigo, nós do Programa Avançar vamos te explicar o que é, como calcular e tudo o que você precisa saber sobre o ROI. 

Leia agora! 

O que é ROI? 

Sigla para Return of Investment – em português, Retorno sobre Investimento –, o ROI é um indicador financeiro que permite que a empresa calcule o quanto está ganhando ou perdendo em cada investimento. 

O cálculo do ROI pode ter um resultado negativo, que indica prejuízo, ou positivo, que indica lucro.  

Por que o ROI é importante para uma empresa? 

Calculando o ROI, é possível entender quais os investimentos que valem a pena e quais os que não tiveram retorno e podem ou ser melhorados ou ser eliminados. 

Com esse indicador, fica mais fácil responder questionamentos como: 

  • Quais as fontes de lucro da empresa; 

  • Quais os investimentos que não estão dando retorno; 

  • Quais investimentos precisam ser analisados; 

  • Quais investimentos podem ser cortados; 

  • Quais campanhas estão dando resultado. 

E uma série de outras perguntas que estão relacionadas com o lucro da empresa. 

As respostas são ainda melhores quando o ROI é usado em conjunto com outros KPIs – ou seja, indicadores – financeiros, como margem de lucro e ticket médio. 

Qual a fórmula do ROI? 

A fórmula do ROI é a seguinte: 

ROI = (Receita - Custo)/Custo x 100 

O ROI pode ser usado para calcular o retorno sobre investimento de um negócio como um todo, de um produto específico, de apenas uma ação ou de uma área, por exemplo. 

Para fazer esse cálculo, é preciso lembrar que: 

  • A receita é toda a renda vinda das atividades da empresa, ou seja, tudo o que a empresa recebe pelas vendas ou prestações de serviço que faz; 

Então, ao fazer o cálculo, é preciso considerar a receita e o custo da área, produto ou ação escolhida.  

Portanto, se você tem uma empresa de venda de equipamentos para carro e irá fazer o cálculo do ROI sobre a venda de pneus no último mês, é preciso considerar a receita e o custo apenas desses pneus e apenas nesse período. 

Já para fazer o cálculo do ROI de toda a empresa, pode-se considerar sua receita e seu custo geral. 

Como calcular o ROI? 

Agora que você já sabe qual a fórmula do ROI, vamos usá-la em um exemplo. 

Uma loja de cosméticos chamada MaquiMais ia bem em suas vendas e decidiu abrir uma loja virtual para atingir outros públicos além da sua área de atuação. 

Depois de seis meses da abertura da loja virtual, a gestora constatou que, nesse período, a loja física tinha recebido R$85.000, enquanto a loja virtual conseguiu faturar R$17.000. 

Para manter a loja virtual, a MaquiMais investiu R$3.000 nesses seis meses; para manter a loja física funcionando, foram gastos R$24.000. 

Vamos separar isso: 

  • Receita da loja virtual: R$17.000 

  • Custo da loja virtual: R$3.000 

  • Receita da loja física: R$85.000 

  • Custo da loja física: R$24.000 

A gestora da MaquiMais quer saber qual é o retorno sobre o investimento da loja física e da loja virtual. Assim, ela pode entender se é interessante manter a loja virtual funcionando ou se é necessário buscar estratégias que aumentem as vendas nela e saber se a loja física tem um bom retorno pelo esforço que é aplicado nela. 

Vamos primeiro calcular o ROI da loja virtual. 

Vamos usar a fórmula e colocar nossas informações nela. 

ROI = (Receita - Custo)/Custo x 100 

ROI = (17.000-3.000)/3.000 x 100 

ROI = 14.000/3.000 x 100 

ROI = 4.666 x 100 

ROI = 466,66 

Esse resultado mostra que a loja virtual da MaquiMais tem 466% de retorno, ou seja, a cada R$1 investido, ela recebe R$4,66 de lucro. 

Agora, vamos calcular o ROI da loja física da MaquiMais.  

ROI = (Receita - Custo)/Custo x 100 

ROI = (85.000-24.000)/24.000 x 100 

ROI = 61.000/24.000 x 100 

ROI = 2.5416 x 100 

ROI = 254,16 

Ou seja, a cada R$1 gasto, a MaquiMais tem R$2,54 de retorno, já que tem um ROI de 254,16%. 

Curso para Empreendedores – Invista no seu negócio

Qual é um bom ROI? 

Um ROI ideal é sempre maior do que 1 ou de 100%. 

Isso porque um ROI menor do que esse valor mostra que você está recebendo menos do que o investimento feito e tem prejuízos financeiros. 

É comum que novos negócios tenham um ROI baixo no começo, já que ainda não foi investido tempo ou dinheiro o suficiente para que o retorno seja vantajoso. 

Porém, um ROI baixo para uma empresa que já está no mercado há algum tempo pode ser um sinal de que as coisas não estão indo bem. 

Para que serve o ROI? 

O ROI é um dado útil para basear planos de ação e decisões na empresa. Usando o conhecimento obtido pelo cálculo do Retorno sobre Investimento, é possível: 

Acompanhar os resultados das atividades 

Sozinho, o ROI mostra qual é o retorno sobre o dinheiro que é aplicado no negócio. Mas, com o uso de outros KPIs, ou seja, indicadores de performance, é possível mensurar o resultado de atividades feitas pela empresa. 

Com esse cálculo, é possível visualizar em números e comparar se os resultados que a empresa tem dado correspondem aos esforços feitos nela. 

Entender como está o crescimento da empresa 

Se o ROI é um índice que mostra qual é o retorno sobre o investimento feito na empresa, ele permite entender quanto retorno financeiro a empresa tem. Por isso, ao acompanhá-lo, é possível entender se ela está crescendo ou não. 

Isso porque um ROI baixo ou negativo demonstra que a empresa não está rendendo o tanto que deveria pelos investimentos que são feitos nela e, por isso, tem um crescimento baixo ou estagnado. Dessa forma, é possível entender quando é preciso mudar as estratégias do negócio para fazê-lo crescer. 

Aumentar os lucros 

Fazer investimentos que dão um bom retorno tem como resultado o aumento dos lucros da empresa. Por isso, calcular o ROI e entender quais investimentos são bons e quais não dão resultados permite que você redirecione seus recursos para serem usados em ações que tem como resultado mais lucros para o seu negócio. 

Criar um plano de ação 

Planos bem-feitos e efetivos são baseados em dados. O ROI é um cálculo que fornece informações que permitem entender quais são os investimentos que estão dando resultados e os que não estão. 

Tendo esses dados em mãos, é mais fácil criar planos e traçar estratégias para melhorar o desenvolvimento da empresa ou até mesmo mantê-lo no nível atual. Além disso, é possível entender também se esses planos estão indo de acordo com o planejado. 

Tomar decisões 

Assim como planos bem-feitos são baseados em dados, boas decisões também devem ser baseadas neles. 

Esses dados – que são fornecidos por indicadores, como o ROI – são um apoio para que o empreendedor possa tomar decisões tendo como base informações realistas sobre o seu negócio. 

Utilizando esses dados, as chances de acertar nas decisões tomadas aumenta, já que elas não são tomadas tendo como base a intuição e o achismo. 

Lembre-se sempre: antes de decidir por algo em seu negócio, analise os dados e resultados que você tem. Eles te ajudam a entender como tudo funciona e, por isso, devem sempre ser considerados. 

Quais os cuidados para se tomar no uso do ROI? 

Como todo indicador, o ROI tem limitações que precisam ser conhecidas por quem o usa. Isso porque elas podem interferir no resultado e na interpretação dos dados. 

Por isso, quando falamos sobre o uso do ROI, falamos também da importância de combiná-lo com o uso de outros indicadores financeiros, permitindo que você tenha uma visão mais realista da empresa. 

Entre os cuidados que se deve tomar com o uso do ROI, estão: 

Se atentar ao tempo de investimento 

No cálculo do ROI, não se considera o tempo pelo qual o investimento tem sido feito. Então, ao ter esse resultado em mãos, é preciso observar por quanto tempo o dinheiro e o esforço vem sendo aplicados antes de usá-lo para traçar estratégias. 

Isso porque um ROI de 10% ao ano para uma empresa nova é um ótimo resultado, para uma empresa que já está há anos no mercado, não é um resultado tão vantajoso assim. 

Se atentar a sazonalidade 

A sazonalidade pode ser traduzida como épocas em que há alta de vendas causadas por ocasiões do momento. Datas comemorativas, como Natal e Dia das Mães, são consideradas sazonais.  

Mas, se há aumento das vendas nesse período, não significa que a empresa está vendendo bem o tempo todo. O ROI não considera épocas como essa em seu cálculo, ou seja, um ROI alto pode apresentar esse resultado devido à uma única época de boas vendas, escondendo resultados negativos de outros períodos. 

Se atentar a inflação 

O ROI também não considera a mudança de preços que acontece com a alta ou a baixa da inflação. Isso pode passar uma visão errada dos resultados da empresa, já que um ROI de 5% ao ano em 2018 não tem o mesmo valor de um ROI de 5% ao ano em 2023. 

Saiba mais sobre o Programa Avançar

Com foco no desenvolvimento do empreendedor, trazemos uma série de conteúdos que auxiliam na gestão do seu negócio. Além de vídeos, podcasts e ebooks atualizados com as novidades do mercado, o Avançar oferece uma série de cursos com foco no empreendedor, entre eles: Curso de Educação Financeira, Curso de Crédito e Curso para MEI.  

Comece agora mesmo seu curso gratuitamente e ganhe um certificado digital. Cadastre-se!

Como abrir sua Conta MEI Santander

Simples, digital e precisa de apenas 3 documentos: 

• Documento de identidade (RG ou CNH) 

• Número de CPF 

• Certificado de MEI 

>> Abra a sua conta MEI << 

Post ID: | Current Page ID: 5828

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.