Busca
Agronegócio Prospera

O que é inflação e como ela afeta suas finanças?

A imagem mostra uma carteira com uma nota de dinheiro em primeiro plano, enquanto em segundo plano está um carrinho de super mercado com apenas alguns itens.

O que você precisa saber: 

  • A inflação é o aumento de preços dos bens e serviços; 

  • Existem diversos tipos de inflação que podem interferir nesses preços; 

  • O principal impacto da inflação nas finanças é a perda do poder de compra da população. 

Você já deve ter ouvido falar sobre a inflação por aí. Seja na televisão, no rádio, nos jornais ou até mesmo em bate-papos com conhecidos, ela tem dominado, além das conversas, os preços de produtos e serviços

Por isso, é importante entender o que é a inflação, por que ela é um assunto e como ela afeta nossas vidas. Nesse artigo, nós do Prospera vamos te explicar tudo isso para que você saiba como a inflação influencia no seu dia a dia. 

Leia agora! 

O que é inflação? 

A inflação é o aumento do preço dos bens e serviços. Ou seja, com o aumento da inflação, você vai pagar mais por um produto ou serviço. 

Ela é medida por meio de um índice de preços, que mede a variação de preços de bens e serviços em um espaço de tempo. 

No Brasil, o índice mais usado para medir a inflação é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que monitora os preços dos bens e serviços pelo país, comparando-os com períodos anteriores.  

O que causa a inflação? 

Existem quatro motivos para a inflação existir, e esses motivos interferem diretamente no tipo de inflação que está causando o aumento de preços. 

As causas da inflação podem ser as seguintes: 

  • Aumento da procura por um produto ou serviço; 

  • Aumento dos custos de produção de um produto ou serviço; 

  • Eventos como guerra, pandemia ou crise econômica; 

  • Medidas adotadas pelo governo para estimular a economia, como redução da taxa de juros. 

Microcrédito Prospera Santander

Quais são os tipos de inflação? 

Existem diferentes tipos de inflação, mas três se destacam por serem mais presentes em nosso dia a dia. São elas: 

Inflação de custos 

É o aumento de preços devido ao aumento dos custos de produção, como salários de funcionários e matéria prima. 

Com o aumento dos custos de produção, eles são repassados ao consumidor no preço final dos produtos e serviços, aumentando os preços e causando a inflação. 

Inflação de demanda 

A inflação de demanda acontece quando há muita demanda – ou seja, muita procura – por um produto ou serviço, e pouca oferta – ou seja, poucas empresas que oferecem ele. 

Quando isso acontece, os preços repassados ao consumidor, ou seja, os preços finais de produtos e serviços tendem a aumentar devido à alta procura. 

Inflação inercial 

É um tipo de aumento de preço nos produtos e serviços que acontece sem alguma causa ou mudança econômica: ela acontece pois o produtor acredita que haverá um aumento da inflação e aumenta seus próprios preços para se prevenir de ser pego de surpresa. 

Ela é vista como uma bola de neve, já que causa uma reação em cadeia. Um exemplo de inflação inercial é o aumento dos preços da gasolina, que causam o aumento dos preços do transporte público e, consequentemente, o aumento dos custos de vida de quem depende desse tipo de transporte. 

Como a inflação afeta minhas finanças? 

Sendo a inflação algo que causa o aumento de preços de produtos e serviços, o seu aumento significa a redução do nosso poder de compra. 

Isso porque quanto mais caro algo fica, mais dinheiro precisamos para comprá-lo; quando não temos um aumento salarial que acompanha o aumento da inflação, é possível comprar menos coisas. 

Pense desta maneira: digamos que você separa R$30 por mês para gastar com arroz. Em maio, um pacote de um quilo de arroz custava R$5, então, naquele mês, você conseguiu comprar 6 pacotes de arroz. 

Em junho, você novamente separou R$30 para gastar com arroz, mas, devido a inflação, o pacote de um quilo de arroz estava custando R$7. Ou seja, dessa vez, você conseguirá comprar apenas 4 pacotes de arroz.  

Com a inflação, seu poder de compra diminuiu, já que você não poderá mais comprar a mesma quantidade de pacotes de arroz que comprava no mês anterior. 

Essa redução do poder de compra pode causar uma piora no padrão de vida das pessoas, já que elas não terão mais dinheiro para manter o padrão estabelecido antes. 

Como a inflação afeta meu negócio? 

Nas empresas, a inflação tem relação direta com o aumento dos custos de produção. 

Ou seja, quando se tem um negócio, a inflação irá fazer com que os preços das suas matérias primas, dos custos com energia e água e até mesmo com o pagamento de mão de obra aumentem. 

Esse aumento pode interferir diretamente no seu lucro. É por essa razão que, em tempos de alta na inflação, muitos negócios aumentam os seus preços, evitando a queda nos lucros. 

O problema com esse aumento é que ele pode interferir nas vendas: se os preços aumentam e os clientes não possuem o dinheiro necessário para acompanhar esse aumento, eles vão parar de comprar. 

Dessa forma, é importante equilibrar os preços cobrados de uma forma que não diminua os lucros do seu negócio, mas também não espante os seus clientes, fazendo uma boa precificação

O que é deflação? 

A deflação é o contrário da inflação. Ou seja, é quando os preços dos produtos e serviços de alguns setores começam a abaixar, tornando-os mais baratos.  

Mas isso não significa que houve queda em todos os setores: apesar da queda de preços, a deflação traz também o aumento de preços de outros produtos e serviços. 

No blog do Prospera, você encontra mais conteúdos para entender como funciona a economia e como ela interfere nos seus negócios. Acesse já!

Post ID: | Current Page ID: 3372

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.