Busca
Agronegócio Prospera

Como criar uma loja virtual de sucesso: Guia para pequenos empreendedores

Mulher mexe em celular em frente a roupas penduradas em uma arara.

O que você precisa saber: 

  • A internet é um dos meios mais usados por brasileiros para compras hoje em dia; 

  • Entre as vantagens de vender pela internet está o baixo custo de manutenção e a chance de vender para pessoas que estão além da sua região; 

  • É importante considerar qual é o seu público antes de escolher por onde você irá vender seus produtos. 

É um fato de que a internet se tornou um dos principais meios de compra nos últimos anos: mesmo com o fim da pandemia, a internet continua sendo um dos modos favoritos dos brasileiros para fazer compras, seja pela praticidade oferecida ou pelos preços mais em conta. 

Por isso, criar uma loja virtual do zero ou mesmo fazer com que o seu negócio passe a vender pela internet é fundamental para aumentar suas vendas e se tornar mais conhecido pelo público. 

Nesse artigo, vamos te ensinar a criar uma loja virtual para seu negócio, falar sobre a melhor plataforma para vender e até te dar um passo a passo para começar seu negócio online.  

Continue lendo! 

Por que vender pela internet? 

Vender pela internet traz uma série de vantagens para o seu negócio. 

Só para você ter uma ideia, segundo um levantamento feito em 2022 pela plataforma de atendimento Octadesk em parceria com a Opinion Box, empresa de pesquisa de mercado, 61% dos consumidores brasileiros preferem comprar pela internet a comprar em lojas físicas e a maioria desses consumidores fazem compras na internet uma ou mais vezes por mês. 

Ou seja, há uma parte importante de consumidores que preferem a comodidade de comprar online do que ter que se deslocar até a loja para fazer isso. 

Fora isso, vender pela internet também é vantajoso pois: 

  • Não exige um grande investimento inicial; 

  • A loja fica disponível 24 horas por dia, ou seja, pessoas podem comprar de madrugada; 

  • Tem um menor custo de manutenção; 

  • Aumenta sua área de atuação, permitindo que você venda para diferentes cidades e estados; 

  • Permite usar diferente canais de atendimento; 

  • Caso você tenha uma loja física, permite que seus clientes pesquisem em sua loja online e saibam mais sobre o que você oferece antes de ir até à sua loja. 

Onde vender pela internet? 

Antes de começar a vender pela internet, é preciso escolher qual será a plataforma que você usará para sua loja. 

A plataforma é um local onde estarão hospedadas informações sobre seu negócio e seus produtos para que seus clientes possam acessar e, além de conhecer mais sobre eles, comprar com você. 

Para te ajudar a escolher, selecionamos 3 plataformas que você pode usar para criar sua loja virtual! 

Instagram 

Só no Brasil, o Instagram tem 99 milhões de usuários – parte dos 2 bilhões que fazem parte da rede social. Com tantos usuários pelo mundo, a rede social viu a chance de disponibilizar uma plataforma de negócios para que empresas e marcas pudessem anunciar seus produtos e para que os clientes pudessem fazer compras através dela.  

Desde então, é possível criar uma loja virtual no Instagram. Suas principais vantagens são que é uma plataforma gratuita, que permite que seus produtos e serviços sejam expostos a diversos públicos e ainda cria proximidade com os clientes.  

Leia também: Como vender no Instagram: 10 dicas para vender mais 

WhatsApp 

O principal aplicativo de mensagens usado pelos brasileiros também oferece funções para criar uma loja virtual: perfil comercial, catálogo de produtos, pagamento e outras facilidades feitas exclusivamente para quem usa o WhatsApp Business. 

Entre as principais vantagens de usar o WhatsApp para montar sua loja virtual estão o fato de essa ser uma ferramenta gratuita, usada por grande parte do público e que facilita a construção de um relacionamento com o cliente. 

Leia também: Vendas pelo WhatsApp: Guia definitivo e estratégias para impulsionar seu negócio em 2023 

Marketplace 

Você provavelmente não conhece esse nome, mas já comprou algo por um marketplace. Isso porque esse é o nome dado a plataformas que disponibilizam toda a estrutura para que o vendedor crie sua loja e faça negócios por lá. Em contrapartida, quem faz a venda paga uma pequena porcentagem para o marketplace. 

Alguns exemplos de marketplace são o Mercado Livre, a Shopee, o iFood e a Amazon. Suas principais vantagens são a estrutura já pronta e a segurança virtual, enquanto as desvantagens são o custo pago por venda e a alta concorrência com outras lojas hospedadas no mesmo marketplace. 

Microcrédito Prospera Santander

É preciso ter um CNPJ para criar uma loja virtual? 

Depende da plataforma utilizada. No Instagram e no WhatsApp, é possível criar uma loja virtual sem ter um CNPJ ou mesmo fornecer um CPF. 

Por outro lado, plataformas como o Mercado Livre e o iFood exigem um CNPJ para cadastrar as lojas. 

Passo a passo para criar uma loja virtual 

Agora que você já sabe a importância de vender pela internet e quais plataformas podem ser usadas para isso, é hora de saber qual é o passo a passo para começar a criar sua loja virtual. 

  1. Identifique seu público 

O primeiro passo para fazer qualquer coisa relacionada a vendas é entender quem é seu público. Isso porque ter essa informação vai facilitar na hora de escolher produtos para vender, decidir como anunciá-los e até mesmo decidir qual a plataforma que você usará para criar sua loja virtual. 

  1. Conheça a concorrência 

Tão importante quanto saber quem é seu público é saber quem é sua concorrência: com isso, é possível saber como está o mercado com o qual você trabalha, quais são os preços praticados, o que atrai os clientes e, principalmente, como você se diferencia dos seus concorrentes.  

  1. Selecione a plataforma ideal 

Saber qual é o seu público e o que sua concorrência faz te ajuda na hora de escolher qual é a melhor plataforma para sua loja virtual. Isso porque você precisa estar onde seu público está, ou seja, não adianta fazer uma loja no Mercado Livre se seu público costuma comprar mais pelo Instagram, por exemplo. 

Por isso, escolher a plataforma para sua loja virtual é o terceiro passo para começar a vender online. Você pode escolher entre Instagram, WhatsApp, marketplace ou até mesmo criar um site próprio – uma opção que é um pouco mais trabalhosa e que tem mais custos, mas ainda é possível fazer. 

  1. Escolha o nome e crie um logotipo 

O nome do seu negócio é uma das coisas mais importantes que você irá decidir sobre ele: é assim que ele será conhecido por seus clientes para sempre; o mesmo vale para o logotipo: ele é a representação visual do seu negócio e estará presente em todas as imagens da empresa. 

Então, para criar uma loja virtual, é fundamental escolher um bom nome e criar um logotipo para usar nela. Lembre-se que tanto o nome como o logotipo são o primeiro contato que o público terá com o seu negócio, ou seja, precisam ser marcantes o suficiente para fazer com que as pessoas se lembrem dele. 

Leia mais: Como escolher o nome e o logotipo para meu negócio? 

  1. Tire fotos dos produtos e serviços 

Em uma loja física, as pessoas podem ir até lá para conhecer os produtos; em uma loja virtual, elas conhecerão o que vão comprar através de fotos. Por isso, é importante que todas as fotos que você disponibilizar em sua loja virtual sejam claras, mostrando exatamente como são os produtos à venda. 

Isso vale também para serviços: se possível, tire fotos do que você entregou – se você trabalha em um salão de beleza, tire foto dos cabelos finalizados; se trabalha com costura, faça um antes e depois do reparo de alguma peça. 

Lembre-se: se tratando da internet, o visual é sempre muito importante. 

Leia também: Como tirar fotos para o Instagram do seu negócio 

  1. Crie descrições para o que você oferece 

Junto às imagens, é importante também criar boas descrições: elas ajudam o cliente a ter uma melhor ideia do que está comprando. 

Boas descrições incluem uma descrição visual do produto e com que materiais ele foi feito; em um serviço, é importante listar tudo o que é oferecido e incluso nele. 

  1. Ofereça diferentes opções de pagamento 

Diferentes opções de pagamento são uma ótima maneira de garantir que a compra será feita: assim, o cliente pode escolher qual é a melhor opção para ele em meio a todas que são oferecidas. 

Muitas plataformas de venda online exigem que você e seu negócio se adequem às opções de pagamento oferecidas por eles, permitindo que você ofereça pagamentos no cartão de crédito por exemplo. Outras opções que você pode oferecer são boletos e PIX

  1. Decida como o envio será feito 

Uma das comodidades de comprar online é receber as compras em casa. Por isso, ao montar uma loja virtual, você precisa decidir como fará as entregas dos seus produtos. 

Existem diversas opções de entrega, como o Correio, e empresas que se dedicam ao envio de produtos pelo país. Com um bom serviço, é possível enviar seus produtos para qualquer lugar do país. 

  1. Divulgue sua loja 

Sua loja está pronta e você quer que as pessoas comprem nela, certo? 

Então é hora de divulgar seu negócio! Vale fazer isso pelas redes sociais, investir em divulgação local, oferecer brindes para clientes que indicarem sua loja para conhecidos que comprarem com você: quanto mais pessoas souberem que você tem uma loja virtual, melhor. 

Agora que você já sabe como criar uma loja virtual, que tal aprender a cuidar das finanças dela? Leia nosso artigo sobre como organizar o dinheiro do seu negócio no blog do Prospera! 

Post ID: | Current Page ID: 1190

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.