Busca
Agronegócio Gestão de Negócios

Recibo para prestação de serviços: Saiba como fazer e veja modelos

duas pessoas preenchendo recibo para prestação de serviços

O recibo para prestação de serviços é uma forma de documentar a execução de um trabalho. Além de permitir que o empreendedor formalize as tarefas realizadas, a emissão garante um melhor acompanhamento do seu fluxo de caixa. 

Se você tem dúvidas de como fazer o recibo corretamente, este artigo vai te ajudar. Confira atentamente as informações e os modelos abaixo! 

Como funciona um recibo para prestação de serviços?  

Este tipo de recibo, que normalmente conta com valores baixos e só pode ser emitido por quem trabalha por conta própria, é utilizado principalmente em pequenos serviços realizados por profissionais liberais e autônomos.  

Vale ressaltar que, de acordo com a Lei 8.846/94, é obrigatório que todas as transações financeiras venham acompanhadas de um recibo no momento da compra. Dessa forma, o documento deve ser emitido sempre que um serviço é prestado e o pagamento é realizado.   

Qual a diferença entre recibo e nota fiscal?  

Como os dois documentos têm finalidades semelhantes, é comum que haja confusão entre o significado de cada um deles. O recibo serve para comprovar que o trabalho foi feito e especificar o valor pago. A nota fiscal, por sua vez, é emitida para garantir a prestação de contas e o recolhimento fiscal.  

Em outras palavras, diferentemente do recibo, a nota fiscal conta com uma emissão mais complexa e não está necessariamente ligada ao pagamento do serviço.  

Como fazer um recibo de prestação de serviços?  

É imprescindível que o recibo contenha: 

  • Descrição do serviço prestado; 

  • Valor combinado; 

  • Dados de quem deve realizar o pagamento; 

  • Dados de quem deve receber o pagamento; 

  • Local e data; 

  • Assinatura de ambas as partes. 

Acompanhe mais detalhes a seguir.   

  1. Dê um título ao recibo 

O cabeçalho deve ser nomeado de forma que a função do documento fique clara, como “Recibo de Pagamento” ou “Declaração de Pagamento”.  

  1. Escreva os valores por extenso  

Assim como ocorre com outros tipos de documento, o valor por extenso é muito importante para o recibo. Isso porque, caso haja alguma contestação sobre o pagamento, esta quantia prevalecerá para a legislação brasileira.  

O número por extenso deve vir após o valor numérico. Exemplo: R$ 1.150,00 (mil cento e cinquenta reais).  

  1. Insira espaços em branco 

Se você deseja praticidade no recibo, vale a pena criar um documento padrão com espaços a serem preenchidos. Dessa forma, basta inserir as informações específicas de cada serviço. 

  1. Faça duas vias do documento 

Tanto o prestador quanto o pagador devem ter uma via do recibo. Por isso, o empreendedor deve produzir duas unidades idênticas do documento, que podem ser impressas ou feitas à mão.  

  1. Adapte o recibo para a sua empresa 

Para tornar o recibo mais completo e profissional, algumas informações podem ser inseridas, como forma de pagamento, materiais e programas utilizados. Além disso, é possível inserir elementos relacionados à identidade visual do seu negócio, como logomarca.  

Modelos de recibo para prestação de serviços  

Agora que você já entendeu quais dados devem estar presentes no recibo, chegou o momento de ver na prática como o documento funciona.  

Modelo 1: Declaração de pagamento 

Trata-se do exemplo mais simples e comum para prestação de serviços: 

Eu, (nome completo do recebedor), inscrito no CPF sob o nº (inserir), recebi de (nome do pagador), inscrito no CPF sob o nº (inserir), o valor de R$ XXXXX (e depois quantia por extenso), pelos serviços de (informar o trabalho realizado), não restando nenhum pagamento pendente.  

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).  

(Assinatura) 

(Nome do Recebedor)

Curso Gratuito de Fluxo de Caixa com Certificado - Programa Avançar

Modelo 2: Recibo de pagamento de mão de obra 

Quem presta serviços como construções e reformas, por exemplo, pode especificar estas informações no recibo:  

Eu, (nome completo do recebedor), inscrito no CPF sob o nº (inserir), recebi de (nome do pagador), inscrito no CPF sob o nº (inserir), o valor de R$ XXXXX (e depois quantia por extenso), referente ao pagamento de serviços de mão de obra relativos a (descreva o serviço realizado).  

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).  

(Assinatura) 

(Nome do Recebedor)  

Modelo 3: Recibo de pagamento de parte da dívida 

Quando a dívida foi parcialmente quitada, existem alterações a serem feitas no recibo: 

Eu, (nome completo do recebedor), inscrito no CPF sob o nº (inserir), recebi de (nome do pagador), inscrito no CPF sob o nº (inserir), a importância de R$ XXXXX (e depois quantia por extenso), referente ao pagamento de parte da dívida com valor total de R$ XXXXX (e depois quantia por extenso), atualizada até (data do débito), relativa à (inserir a origem da dívida). 

(Cidade e estado), (dia) de (mês) de (ano).  

(Assinatura) 

(Nome do Recebedor)  

Saiba mais sobre o Programa Avançar

Com foco no desenvolvimento do empreendedor, trazemos uma série de conteúdos que auxiliam na gestão do seu negócio. Além de vídeos, podcasts e ebooks atualizados com as novidades do mercado, o Avançar oferece uma série de cursos com foco no empreendedor, entre eles: Curso de Educação Financeira, Curso de Crédito e Curso para MEI.  

Comece agora mesmo seu curso gratuitamente e ganhe um certificado digital. Cadastre-se!

Como abrir sua Conta MEI Santander

Simples, digital e precisa de apenas 2 documentos: 

• Documento de identidade (RG ou CNH) 

• Número de CPF 

>> Abra a sua conta MEI << 

Post ID: | Current Page ID: 2690

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.