Busca
Agronegócio Empreendedorismo

7 erros cometidos por empreendedores com negócios consolidados

Tão complexo quanto conseguir consolidar um pequeno negócio é mantê-lo assim ao longo do tempo. Mesmo o empreendedor que tem uma boa base de clientes e encontrou fornecedores de confiança precisa manter-se atento para não cometer erros que podem custar a sobrevivência do negócio. Confira:

1. Parar de analisar o mercado

Não é porque você tem conseguido atrair um bom número de clientes para o seu negócio que pode parar de acompanhar o que acontece no mercado. As demandas e hábitos dos consumidores mudam o tempo todo e você precisa estar atento às transformações para tomar as melhores decisões. Para não cair nesse erro, dedique-se, periodicamente, a fazer a análise estratégica de sua empresa para encontrar oportunidades e tendências.

2. Não separar as finanças pessoais das da empresa

Ao misturar as contas pessoais com as do seu pequeno negócio, fica impossível saber exatamente quanto de recursos o negócio precisa para funcionar e quanto do faturamento está sendo destinado para cobrir os gastos com a vida pessoal. Para evitar essa situação, mantenha as finanças separadas, definindo um valor de retirada mensal, evitando resolver problemas financeiros da empresa com investimentos pessoais e, principalmente, mantendo uma movimentação bancária independente.

3. Não ter estratégia para lidar com a inadimplência de clientes

Falta de controle dos recebimentos ou ausência de ação diante do não pagamento pode comprometer a sobrevivência do seu pequeno negócio. Por isso, é fundamental ter instrumentos para uma boa gestão dos recebimentos e processos definidos para lidar com clientes inadimplentes.

4. Descuidar da relação com o sócio

Problemas com o sócio não ocorrem apenas quando as coisas estão dando errado no empreendimento. Muitas discussões acontecem diante do crescimento do negócio, quando há mais dinheiro em caixa e as decisões sobre investimentos, contratação de mais pessoal ou aumento de retirada começam a ser tomadas. O melhor jeito para evitar essa situação é manter sempre espaço para o diálogo para evitar conflitos com seu sócio.

5. Não contratar seguros

Imprevistos, como incêndios, roubos ou mesmo danos materiais ou pessoais causados a clientes, podem colocar fim a um pequeno negócio. Contar com seguros empresariais é uma forma de proteger sua empresa dos efeitos dessas ocorrências. 

6. Não melhorar a experiência do cliente

Aprimorar a forma como sua empresa se relaciona com os clientes é uma tarefa contínua. Muitas vezes, tudo parece funcionar muito bem internamente, sem, porém, superar as expectativas do cliente. O problema é que essa situação deixa seu negócio muito vulnerável à entrada de novos concorrentes no mercado. Para evitar perder participação de mercado, busque, constantemente, melhorar a experiência do seu cliente em todos os momentos que de contato com sua empresa.

7. Não perceber que é hora de mudar de rumos

Por mais consolidado que esteja um negócio, nada garante que ele não precise ser reinventado. São várias as situações que podem levar a isso, como o surgimento de novas tecnologias, formatos mais viáveis e rentáveis, mudança de necessidade do público-alvo. Apesar de ser uma decisão difícil, mudar o rumo do negócio pode significar a sobrevivência e crescimento do empreendimento.  

Quer uma ajuda para seu pequeno negócio continuar avançando? Conheça as soluções e iniciativas para capacitação e orientação ao empreendedor do Programa Avançar. Acesse agora.

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.