Busca
Agronegócio Gestão Financeira

Clientes inadimplentes: saiba como lidar

Saber lidar com a inadimplência é algo essencial para a gestão financeira de empresas de todos os tamanhos. Porém, para um pequeno negócio, a falta de controle e de ação diante do não pagamento pelos clientes pode comprometer a sobrevivência do negócio. Confira um passo a passo de como agir:

Passo 1) Controle de perto os recebimentos

O primeiro ponto é, claro, ter instrumentos para controlar de forma adequada os recebimentos. Isso possibilita tanto identificar a falta de pagamento assim que ela acontece como evita a cobrança indevida de clientes que já pagaram.

Passo 2) Trate a inadimplência de forma personalizada

Analise a falta de pagamento caso a caso. Se quem atrasou é um cliente com histórico de assiduidade em seus pagamentos, considere esperar mais alguns dias antes de fazer um movimento de cobrança. Atenção: é importante incluir essa informação – de extensão de prazo – em seu controle de pagamentos e acompanhar se o pagamento efetivamente ocorre no tempo inicialmente previsto.

No caso de clientes novos ou clientes com recorrência em atrasos, o melhor a fazer é passar diretamente para o passo 3. 

Passo 3) Avise a pendência ao cliente

O aviso do atraso no pagamento deve ser feito de forma sutil, amigável e com muita cortesia. Pode ser por um e-mail ou pelo WhatsApp, informando que não houve o registro do recebimento do valor previsto na data combinada e perguntando se o cliente por acaso realizou o pagamento. Isso evita criar um conflito quando o atraso aconteceu por algum problema no sistema de pagamento escolhido e, também, é uma forma simpática de abordagem. O objetivo é procurar entender o que aconteceu e negociar uma nova data de pagamento com o cliente. Se isso não funcionar, siga para o passo 4.

Passo 4) Deixe claro os benefícios que serão perdidos com a falta de pagamento

Caso o cliente não responda às mensagens ou não cumpra o pagamento na data renegociada, volte a entrar em contato. Desta vez, a comunicação deve conter informações sobre quais os benefícios perdidos caso a situação persista. Um exemplo é um MEI que presta serviço de manutenção e atualização de sites e redes sociais. Ele pode destacar os prejuízos que o cliente terá com a descontinuidade do serviço. Já no caso de produtos, é possível lembrar das consequências da falta de pagamento, como negativação de nome e a inserção em bancos de inadimplentes. ATENÇÃO: o tom não deve ser de ameaça, mas sim, informativo. Não surtindo efeito, avance para o passo 5.

Passo 5) Interrompa o serviço e negative o cliente

Esgotadas todas as formas de negociação com o cliente, o jeito será interromper a prestação do serviço e inserir nome do cliente nos sistemas de crédito. Apesar de extremo, este passo se torna inevitável depois da oferta de várias oportunidades para quitação da dívida. Tome a atitude e comunique o cliente, novamente colocando-se à disposição para ouvir uma proposta para resolver o problema. E lembre-se: mesmo nessa situação, mantenha uma postura calma, atenciosa, cordial e de busca por conciliação.
Se mesmo assim o cliente não efetuar o pagamento devido, o jeito será dar o passo 6.

Passo 6) Acione os meios legais de cobrança

Se a inadimplência persistir, é chegada a hora de acionar os meios legais para tentar resolver o não pagamento. Consulte um advogado para receber a melhor orientação. 

Como e de que forma você pode cobrar o seu cliente? Conheça todas as modalidades em nosso curso online com certificado! Cadastre-se gratuitamente 

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.