Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Cultura de marca: por que ela merece a sua atenção

Foto: Shutterstock

Na São Paulo Fashion Week de 2015 aconteceu algo inesperado. Um óculos de sol gigante foi disposto no evento e depois quebrado com um bastão pelo cantor Iggy Pop. Tratou-se de uma campanha para promover a nova coleção de óculos da Chilli Beans, Punk/Glam, mas acima de tudo, foi uma mostra da cultura da marca.

Caito Maia, dono da Chili Beans, explicou a importância desse tipo de projeto: “Eu não estava lá para vender óculos, eu queria vender a minha marca”, afirma. Manter a identidade de uma marca é uma tarefa árdua, mas que a longo prazo garante a perenidade da empresa. Uma identidade é o que garante que o cliente, ao receber a oferta de dois produtos semelhantes, escolha um e não o outro.

Com alguns produtos o desafio talvez seja maior que em outras, mas nenhuma é impossível. Maia conta que o segredo para construir uma identidade são ações como a promovida no SPFW. “Você não anuncia o produto, você vende a marca”, disse.

A identidade na marca funciona porque coloca a sua empresa no imaginário das pessoas não apenas na hora da compra, mas também fora dela. Se a sua marca tem éticas e morais, as pessoas se identificam com isso e são muito mais propensas a apoiar a sua marca a longo prazo - muito mais do que se o seu interesse fosse apenas em um produto especifico.

A ideia de uma cultura de marca é separar um conjunto de valores e ideais que apontem para uma parcela da população – seu público alvo – e fale: esse produto ou serviço é para você. Assim como conversar com todo mundo ao mesmo tempo é impossível, tentar vender a sua empresa para toda a população da Terra não é realista. Quando você escolhe, e faz um investimento concentrado em um diferencial, os resultados são perceptíveis. Não é por acaso que a Chili Beans lidera o mercado de óculos escuros no Brasil: ela conhece o seu público e tem uma marca voltada para ele.

Investir em cultura de marca é investir em perenidade, mas Maia avisa: não é um investimento que dá retorno imediato. Quando você anuncia um produto ou serviço, é um investimento localizado, e é possível organizar um gráfico com os resultados. Quando você anuncia sua cultura o resultado não é tão evidente, mas ele está lá, e o maior sinal é que a sua empresa continuará lá justamente por ter essa cultura.

Mas a cultura da empresa não pode ser apenas para a propaganda. Na era das redes sociais, contradições dentro de empresas são um alvo fácil para arrastar a imagem de qualquer um na lama. A boa notícia é que uma empresa com uma cultura forte naturalmente atrai pessoas que se encaixam nela, é só uma questão de iniciar essa transição.

O primeiro passo é investir nas ações dentro da empresa e, depois, garantir que o que você diz é condizente com o que você faz. Não é possível fazer uma mudança completa de valores, mas é possível adapta-los de forma a consolidar uma cultura para a marca da sua empresa.

Quer acessar outros conteúdos para ajudar a desenvolver os seus negócios? O Programa Avançar oferece webséries e podcasts exclusivos para fomentar o empreendedorismo no país. Cadastre-se gratuitamente e confira!

Post ID: | Current Page ID: 1042

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.