Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Conheça os 5 países que mais importam do Brasil

Você já parou para pensar nos países que mais importam produtos brasileiros? Como você sabe, o comércio internacional é bastante dinâmico e o Brasil tem uma posição de destaque no mercado global. Se você está curioso para entender quais são os maiores compradores do Brasil e explorar o potencial das exportações brasileiras, veio ao lugar certo!

Neste artigo, vamos mergulhar no mundo das exportações brasileiras e apresentar os países que mais importam do Brasil. Vamos abordar os principais produtos negociados, os parceiros comerciais e os setores mais relevantes para a economia nacional. Ao final deste artigo, você terá uma visão completa do cenário das exportações brasileiras e estará mais preparado para compreender o impacto desse comércio no país e no mercado global.

O que é exportar e importar?

Você já se perguntou o que realmente significa exportar e importar? Pode parecer algo complexo, mas prometo que, ao final deste tópico, você vai se sentir como um especialista em comércio internacional!

Exportar é o ato de vender produtos ou serviços de um país para outro. É como se o Brasil, repleto de recursos e talentos, dissesse ao mundo: "Ei, veja o que temos de melhor para oferecer!" Ao exportar, o Brasil compartilha suas riquezas e conhecimento com outros países, gerando renda, empregos e fortalecendo a economia nacional.

Por outro lado, importar é o processo de adquirir produtos ou serviços de outros países. Quando o Brasil importa, ele traz para casa itens que podem não ser produzidos aqui ou que sejam mais vantajosos adquirir de outras nações. Importar é como dizer: "Estamos de olho no que o mundo tem a oferecer e queremos aproveitar as oportunidades!"

O comércio internacional, que engloba as atividades de exportação e importação, é fundamental para conectar países e criar um mercado global interdependente. E é aqui que as coisas ficam realmente interessantes! Ao estabelecer relações comerciais com outros países, o Brasil tem a chance de diversificar sua economia, promover a inovação e se manter competitivo no cenário mundial.

Agora que você já sabe o que significa exportar e importar, está pronto para explorar ainda mais o universo das exportações brasileiras e os países que mais importam do Brasil! Vamos nessa?

Exportações do Brasil em 2022

Em relação a 2021, o setor econômico que mais viu um aumento em 2022 foi o Agropecuário, que brilhou com um aumento impressionante de 36,1% no valor das exportações. O segredo desse sucesso? Um aumento nos preços de 31,5% e um crescimento de 1,8% nas quantidades exportadas.

A Indústria de Transformação também teve motivos para comemorar, apresentando um aumento de 26,2% no valor das exportações. Essa conquista foi impulsionada por um crescimento nos preços de 15,7% e um aumento de 9,8% nas quantidades exportadas.

Já a Indústria Extrativa viu uma redução no valor exportado de 4,6%. Isso aconteceu devido a uma queda nos preços de 2,5% e uma diminuição de 0,5% nas quantidades exportadas em relação ao ano anterior.

Os países que mais importam do Brasil

Conheça os países maiores importadores do Brasil em 2022. São eles os parceiros comerciais que ajudaram a impulsionar nossa economia no ano passado:

1. China (22,6% de participação)

É claro que a China, nosso maior parceiro comercial, lidera a lista. Com um apetite insaciável por commodities como soja, minério de ferro e petróleo, a China continuou a importar grandes volumes de produtos brasileiros em 2022.

Valor: US$ 90 bilhões

2 - Países da União Europeia (16,2% de participação)

A Europa não ficou para trás! Países como Holanda, Alemanha, França e Espanha mantiveram relações comerciais sólidas com o Brasil em 2022. Eles buscaram principalmente produtos agrícolas e manufaturados, mostrando a diversidade do nosso comércio com o Velho Continente.

Valor: US$ 50 bilhões

3 - Estados Unidos (18,8% de participação)

Os EUA também mantiveram seu lugar entre os principais importadores do Brasil. Com uma demanda crescente por produtos manufaturados, petróleo e itens agrícolas, os Estados Unidos provaram que o comércio bilateral Brasil-EUA continua forte.

Valor: US$ 33,83 bilhões

4 - Argentina (4,6% de participação)

Nossos hermanos argentinos também estiveram entre os maiores importadores do Brasil em 2022. Como principal parceiro na América Latina, a Argentina se beneficiou da integração regional através do Mercosul e do comércio bilateral com o Brasil.

5 - Outros parceiros comerciais de destaque

Além desses gigantes do comércio, países como Japão, Coreia do Sul, Canadá, Índia e México também importaram significativamente do Brasil em 2022, mostrando a força e a diversidade das relações comerciais brasileiras.

NEWSLETTER

Quer ter acesso a diversos conteúdos exclusivos

e novidades que vão te ajudar a fazer seu negócio crescer ainda mais?

Quais produtos os países mais importam do Brasil?

Vamos explorar os itens mais desejados pelos nossos parceiros comerciais. De commodities agrícolas a manufaturados, o Brasil possui uma riqueza de produtos que encantam o mercado global. Confira o que cada uma das nações parceiras compram do Brasil:

China

Principais produtos:

  • Soja - 36%
  • Minérios de ferro e seus concentrados - 20%
  • Óleos brutos de petróleo - 18%

União Europeia

Principais produtos:

  • Farelos e resíduos da extração de óleo de soja - 8,8%
  • Café cru em grãos - 6,4%
  • Minérios de ferro e seus concentrados - 6,0%

Estados Unidos

Principais produtos:

  • Óleos brutos de petróleo - 11%
  • Produtos semi-acabados, lingotes e outras formas primárias de ferro ou aço - 9,6%
  • Aeronaves e outros equipamentos, incluindo suas partes - 8,2%

Argentina

Principais produtos:

  • Automóveis de passageiros - 20%
  • Partes e acessórios de veículos automotivos - 8,1%
  • Demais produtos - Indústria de Transformação - 4,7%

Quais produtos do Brasil mais são exportados para fora?

Os principais produtos exportados pelo Brasil, que correspondem por mais de 50% de todo o valor exportado de 2022, são:

  • Soja (US$ 46,7 bilhões)
  • Óleos brutos de petróleo (US$ 42,7 bilhões)
  • Minério de ferro e seus concentrados (US$ 28,9)
  • Óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos, exceto óleos brutos (US$ 13 bilhões)
  • Milho não moído, exceto milho doce (US$ 12,3 bilhões)
  • Carne bovina fresca, refrigerada ou congelada (US$ 11,8 bilhões)
  • Açúcares e melaços (US$ 11,3 bilhões)
  • Farelos de soja e outros alimentos para animais (US$ 10,9 bilhões)
  • Carnes de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas (US$ 8,9 bilhões)
  • Café não torrado (US$ 8,5 bilhões)

Como se preparar para a exportação?

Empresas de qualquer porte e segmento podem se favorecer da relação do Brasil com esses países. O primeiro cuidado para iniciar um processo de internacionalização é conhecer a lei da exportação, que reúne todos os requisitos a serem cumpridos por empresas exportadoras. Além disso, o empreendedor que quer expandir suas vendas para o exterior deve saber que a internacionalização é um processo complexo e é necessário estudar bastante o próprio negócio e o mercado no qual deseja atuar. 

Saiba mais sobre o Programa Avançar

Com foco no desenvolvimento do empreendedor, trazemos uma série de conteúdos que auxiliam na gestão do seu negócio. Além de vídeospodcasts e ebooks atualizados com as novidades do mercado, o Avançar oferece uma série de cursos com foco no empreendedor, entre eles: Curso de Educação FinanceiraCurso de Crédito e Curso para MEI.  

Comece agora mesmo seu curso gratuitamente e ganhe um certificado digital. Cadastre-se!

Como abrir sua Conta MEI Santander 

Simples, digital e precisa de apenas 3 documentos: 

• Documento de identidade (RG ou CNH) 

• Número de CPF 

• Certificado de MEI 

>> Abra a sua conta MEI << 

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.