Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Conheça os 5 países que mais importam do Brasil

A participação brasileira no comércio exterior é muito expressiva – o que gera oportunidades de negócio para as empresas nacionais que querem vender seus produtos no exterior.

Em 2019, as exportações brasileiras somaram US$ 225,3 bilhões e o País registrou superávit comercial (diferença entre exportações e importações) de US$ 46 bilhões.

Negócios de qualquer porte podem e devem se beneficiar desse crescimento, inclusive as pequenas empresas, que representam metade dos exportadores brasileiros. Para as companhias que estão planejando uma estratégia de internacionalização, é importante conhecer os países que mais importam produtos brasileiros e, assim, montar um plano mais assertivo.

Confira os países que mais importam do Brasil:

Exportações em 2020

Entre janeiro e outubro de 2020, o Brasil exportou um total de US$ 174,1 bilhões. A lista dos 5 países que mais importaram nossos produtos é:

  1. China
    33,6% de participação - US$ 58,4 bilhões
  2. Estados Unidos
    9,84% de participação - US$ 17,1 bilhões
  3. Argentina
    3,88% de participação - US$ 6,7 bilhões
  4. Holanda
    3,68% de participação - US$ 6,4 bilhões
  5. Espanha
    2,1% de participação - US$ 3,7 bilhões
Gráfico com os países que mais importam do Brasil em 2020, com dados atualizados até outubro.
Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Exportações em 2019

Em 2019, os 5 países que mais importaram produtos do Brasil foram:

1º China

Em 2019, o volume importado do Brasil pela China movimentou um total de US$ 63,3 bilhões. O valor representa uma queda de 0,9% em comparação com o ano anterior. O país asiático representa uma fatia de 28,1% entre as exportações brasileiras.

Principais produtos:

  • Soja - 32%
  • Óleos brutos de petróleo - 24%
  • Minérios de ferro e seus concentrados - 21%

2º Estados Unidos

O saldo total de importações feitas pelos Estados Unidos em 2019 atingiu um total de US$ 29,7 bilhões – um crescimento de 3,6% na comparação anual. O país foi o destino de 13,2% das exportações feitas pelo Brasil ano passado.

Principais produtos:

  • Óleos brutos de petróleo - 11%
  • Produtos semi-acabados, lingotes e outras formas primárias de ferro ou aço - 9,6%
  • Aeronaves e outros equipamentos, incluindo suas partes - 8,2%

3º Holanda

Com 4,49% de participação, a Holanda é o terceiro país que mais importa produtos brasileiros. O comércio com destino ao país europeu movimentou um volume de US$ 10,1 bilhões em 2019, uma variação de -22,5% na comparação anual.

Principais produtos:

  • Plataformas, embarcações e outras estruturas flutuantes - 15%
  • Obras de ferro ou aço e outros artigos de metais comuns - 11%
  • Farelos de soja e outros alimentos para animais - 9,1%

4º Argentina

A vizinha Argentina é o quarto país que mais importou do Brasil em 2019, com uma participação de 4,34%. O valor movimentado no período foi de US$ 9,7 bilhões – uma queda de 34,3% em comparação com 2018.

Principais produtos:

  • Automóveis de passageiros - 20%
  • Partes e acessórios de veículos automotivos - 8,1%
  • Demais produtos - Indústria de Transformação - 4,7%

5º Japão

Completando o ranking, o Japão é o quinto país que mais importa do Brasil. O volume movimentado em 2019 foi de US$ 5,4 bilhões – o que representa uma participação de 2,41%. Na variação anual, houve aumento de 25,7%.

Principais produtos:

  • Milho não moído, exceto milho doce - 21%
  • Minério de ferro e seus concentrados - 20%
  • Carnes de aves - 15%

Como se preparar para a exportação?

Empresas de qualquer porte e segmento podem se favorecer da relação do Brasil com esses países. O primeiro cuidado para iniciar um processo de internacionalização é conhecer a lei da exportação, que reúne todos os requisitos a serem cumpridos por empresas exportadoras. Além disso, o empreendedor que quer expandir suas vendas para o exterior deve saber que a internacionalização é um processo complexo e é necessário estudar bastante o próprio negócio e o mercado no qual deseja atuar. 

Precisa de crédito para seu negócio avançar? Com os Cartões Negócios¹ & Empresas Internacional e Platinum, você tem até 40 dias para pagar a 1º fatura, além da possibilidade de isenção na anuidade e acúmulo de pontos Esfera, para trocar por cashback na fatura, viagens, produtos e serviços. Abra sua conta PJ, 100% online e peça o seu. 
Conta PJ Santander: é muito mais negócio.

Sujeito à aprovação de crédito e cadastro.
A abertura 100% digital é válida para cliente MEI, EI e EIRELI de sócio único. Sujeito à análise de crédito e à disponibilização do limite em conta.

¹ Produto sujeito à análise de crédito e condições do produto no momento da contratação. Pontos que podem ser trocados por produtos, serviços, viagens e muito mais ou serem transferidos para uma pessoa física desde que seja, necessariamente, portadora de um dos cartões da empresa e, também seja titular de um cartão de crédito emitido pelo Santander que participe do Esfera - Pessoa Física.

Temos conteúdos exclusivos para você desenvolver ainda mais o seu negócio.
Cadastre-se gratuitamente e confira!

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.