Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Fome de Poder: 8 lições que você pode aprender com o filme sobre o McDonald's

A imagem mostra batatas fritas do restaurante McDonald's.

Você já se perguntou como grandes empresas começaram no mundo dos negócios? 

Bom, é possível descobrir como algumas delas começaram por meio de filmes! É o caso do McDonald’s, rede de fast-food cuja fundação é tema do filme “Fome de Poder”, protagonizado por Michael Keaton, ator conhecido por ter interpretado o Batman. 

Além de descobrir como as empresas começaram, assistir filmes como esse pode te ensinar uma série lições sobre empreendedorismo, que podem ser colocadas em prática no seu negócio! Por isso, hoje vamos falar sobre as lições que você pode aprender com o filme Fome de Poder. 

Veja agora quais são elas! 

Do que se trata o filme Fome de Poder? 

Fome de Poder é um filme lançado em 2016 que conta a história de Ray Kroc (interpretado por Michael Keaton), um vendedor de máquinas de milk-shake que decide fazer pessoalmente uma entrega para um comprador. 

Lá, ele descobre um restaurante comandado pelos irmãos Mac e Dick McDonald, que é totalmente inovador na maneira de atender os clientes e produzir lanches. 

Ele decide assumir o controle do negócio, que se tornou o que conhecemos hoje em dia como McDonald’s – uma das maiores redes de fast-food do mundo. 

Onde posso assistir ao filme Fome de Poder? 

Em novembro de 2023, Fome de Poder está disponível no Prime Video e na HBO Max. Além disso, o filme pode ser alugado em outras plataformas de streaming. 

Qualis lições podemos tirar do filme Fome de Poder? 

Fome de Poder mostra todo o processo que levou Ray Kroc a transformar o McDonald’s em uma das mais populares redes de fast-food dos Estados Unidos – e, depois, do mundo. 

Assistir a processo pode te ensinar algumas lições sobre empreendedorismo que você pode aplicar no seu dia a dia! Vamos ver quais são elas: 

  1. Esteja atento ao que o seu público precisa 

Antes de montarem o McDonald’s, os irmãos Mac e Dick McDonald identificaram uma necessidade que seus clientes tinham: nem sempre o pedido chegava a tempo até eles. E, muitas vezes, quando o pedido chegava, ele vinha errado ou com itens faltando. 

Além disso, os irmãos McDonald também entenderam que o modelo de drive-thru que estava em prática era ruim para seus trabalhadores: eles diziam que as garçonetes, que levavam os pedidos até os carros dos clientes, passavam mais tempo ocupadas tentando se livrar dos assédios que sofriam do que trabalhando. 

Foi aí que eles entenderam que o que o público (e seus trabalhadores) precisavam era de um formato novo de atendimento: um em que iam até a loja, pediam, pagavam e recebiam o produto na hora. Assim, eles inventaram o modelo de funcionamento do McDonald’s. 

Isso mostra que, muitas vezes, o público tem uma necessidade, mas ainda não sabe disso. Descobrindo o que o público precisa, você consegue conquistar clientes. Sempre se atente a esses detalhes. 

Leia também: 13 dicas para atender bem e conquistar mais clientes 

  1. Nem sempre o diferencial do seu negócio é o que você acha que é 

Quando Ray Kroc vai até o McDonald’s para entender o porquê de os irmãos terem feito um pedido tão grande de máquinas de milk-shake, ele entende que, apesar de gostosa, a comida oferecida no lugar não é o diferencial: é o tempo de atendimento. 

No McDonald’s, as pessoas conseguiam um lanche bom, com preço justo, algo que era oferecido por diversas outras lanchonetes. Mas, o que chamava atenção era o tempo em que os lanches chegavam em suas mãos. 

Ou seja, nem sempre o diferencial do seu negócio é o que você acha que é, e conhecer esse diferencial é uma maneira de se destacar e fazer seu negócio ser bem-sucedido. 

Por isso, estude a fundo tudo o que você oferece em sua empresa e identifique qual é o seu diferencial! 

  1. Não tenha medo de testar e refazer processos 

Uma das cenas mais interessantes do filme é quando os irmãos McDonald estão testando qual é o modelo ideal de cozinha para oferecer qualidade e rapidez para seus clientes. Eles relatam que mudaram esse modelo diversas vezes e passaram horas testando-o e refazendo tudo do zero. 

O resultado dessa série de testes foi uma cozinha eficiente, onde os trabalhadores conseguiam cumprir suas funções para entregar lanches em pouquíssimo tempo. 

Então, não tenha medo de refazer processos, de testar novos modelos ou de mudar: essa pode ser a resposta que você está procurando para ter um negócio mais lucrativo! 

  1. Clientes precisam de tempo para se adaptar às mudanças 

Antes do modelo de fast-food que conhecemos existir – esse onde nós vamos até a loja, compramos no caixa, retiramos e comemos por lá –, as lanchonetes costumavam funcionar como se fossem um restaurante, mas com carros: o cliente chegava com o carro, estacionava, esperava um atendente ir até o carro dele, dizia seu pedido e esperava para ser servido. 

Quando o McDonald’s começou, os clientes não entenderam imediatamente por que teriam que sair de seus carros para fazer seus pedidos. Mas, depois de explicarem e insistirem nesse modelo, os donos do McDonald’s conseguiram conquistar o público e criar um tipo de atendimento que é usado até hoje. 

A lição que fica é: se você tem certeza de que seu modelo está certo e é funcional para os clientes e para seu negócio, insista nele. Explique para seus clientes e dê tempo para que eles compreendam e se adaptem a essas mudanças.

Curso Gratuito de Fluxo de Caixa com Certificado - Programa Avançar

  1. Tenha a mente sempre aberta e invista em inovação 

Ray Kroc sempre estava atrás de maneiras de inovar e melhorar o que o McDonald’s oferecia, um ponto de conflito em sua relação aos irmãos McDonald, que queriam manter tudo da maneira tradicional como eles tocavam o negócio. 

Porém, as inovações de Ray eram bem recebidas pelo público e geravam ainda mais sucesso para o McDonald’s – fosse essa inovação mudar o cardápio, os itens oferecidos ou até mesmo a aparência dos restaurantes.  

Às vezes, manter as coisas no modo tradicional não é bom para os negócios: em um universo onde todos estão buscando se inovar a todo momento, isso significa que você ficará para trás. Por isso, não tenha medo das inovações e mantenha sempre a mente aberta para recebê-las em seu negócio. 

  1. Invista em organização 

Fome de Poder tem diversas cenas mostrando que as lojas do McDonald’s, além de serem sistematicamente organizadas, estavam sempre limpas. Esse era, inclusive, um valor que os funcionários deveriam ter: em um dos momentos, um dos personagens do filme fala para um dos funcionários do McDonald’s que se ele tinha tempo para descansar, ele tinha tempo para limpar. 

Essa organização e limpeza, além de ser obrigatória em um lugar que lida com alimentos, contribuiu para que os clientes pudessem ser atendidos para consumir seus lanches em um ambiente agradável. 

No dia a dia de uma empresa, a organização é necessária não apenas para que os clientes encontrem um lugar limpo e bem arrumado ao chegar para fazer compras ou contratar serviços: ela é fundamental para o aumento da produtividade. 

Trabalhar em um ambiente organizado garante que exista menos procrastinação, que as tarefas possam ser feitas dentro do prazo esperado, que documentos estejam sempre no lugar certo e que haja espaço para novas ideias e pensamentos. 

  1. Se atente aos talentos do seu negócio 

Enquanto fiscalizava a cozinha de uma das filiais do McDonald’s, Ray Kroc se surpreendeu com a agilidade de um funcionário que comandava a chapa onde os hamburgueres eram feitos. 

O funcionário era Fred Turner, que, com a expansão do restaurante pelos Estados Unidos, passou a ocupar cargos cada vez maiores na empresa, até se tornar vice-presidente do McDonald’s. 

Então, em vez de procurar do lado de fora, você pode achar talentos que já trabalham dentro da sua empresa e merecem uma chance de crescer dentro dela. Esteja sempre atento aos bons funcionários. 

  1. Mesmo sendo dono, você precisa colocar a mão na massa 

Tanto Ray Kroc quanto os irmãos McDonald sempre estavam nos restaurantes, ajudando a limpar, fiscalizando as cozinhas, testando os produtos e até mesmo atendendo aos clientes. Suas posições como donos não os impediram de colocar a mão na massa quando era necessário para ajudar o negócio a crescer. 

O mesmo aconteceu com os franqueadores das lojas do McDonald’s: eram pessoas que estavam dispostas a trabalhar nos restaurantes que eram donas para garantir seu sucesso. 

Por isso, o filme mostra que não é porque alguém está na posição de dono que não deve estar presente no dia a dia da empresa, ajudando na operação e contribuindo para o seu sucesso. 

Não deixe sua posição te impedir de colocar a mão na massa para fazer seu negócio ser bem-sucedido. 

Saiba mais sobre o Programa Avançar

Com foco no desenvolvimento do empreendedor, trazemos uma série de conteúdos que auxiliam na gestão do seu negócio. Além de vídeos, podcasts e ebooks atualizados com as novidades do mercado, o Avançar oferece uma série de cursos com foco no empreendedor, entre eles: Curso de Educação Financeira, Curso de Crédito e Curso para MEI.  

Comece agora mesmo seu curso gratuitamente e ganhe um certificado digital. Cadastre-se!

Como abrir sua Conta MEI Santander

Simples, digital e precisa de apenas 3 documentos: 

• Documento de identidade (RG ou CNH) 

• Número de CPF 

• Certificado de MEI 

>> Abra a sua conta MEI << 

Post ID: | Current Page ID: 2658

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.