Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Falar em público: 8 dicas para um melhor desempenho

homem falando em público

Você tem medo de falar em público? Calma, você não é o único: pesquisas revelam que, atualmente, este é o maior medo da maior parte das pessoas. Isso significa que estamos com cada vez mais medo de nos expor e, pior, de sermos julgados publicamente.

Mas não adianta fugir. Constantemente, ao longo da vida, teremos que fazer apresentações ou nos expor publicamente. E se você já é um empreendedor, já deve saber disso, não é mesmo?

Para te ajudar a se preparar e fazer o seu Marketing Pessoal, veja algumas estratégias para separamos para melhorar a sua performance:

1. Saiba o que vai dizer

Parece óbvio, mas não é. Há algum motivo para você estar falando em público. Tenha essa razão bem definida na sua cabeça para decidir o que pode dizer a respeito dela. Esquematize o que é preciso ser falado no momento para que você não traga assuntos que não são pertinentes para a ocasião e acabe se enrolando na hora de continuar falando a respeito: seja o mais específico possível.

2. Faça um resumo

A melhor forma de aprender algo é escrevendo a respeito. A partir dos temas que você definiu falar, faça um resumo para aprendê-los e memorizá-los bem na cabeça. Quanto mais você entender o que falar, menos risco corre do nervosismo atrapalhar no momento da apresentação: é preciso ter conhecimento acerca dos assuntos. Apresentações costumam ter tempos pré-definidos. Se você só tem 20 minutos para falar, por exemplo, o resumo também te ajuda a enxergar o que é de fato relevante levar para o público.

3. Traga histórias reais

O público gosta de emoção e de sentir que está próximo do palestrante. Por isso, estruture a apresentação de forma que você consiga trazer informações com apelo emocional, com a qual o seu público se identifique facilmente. Quanto mais empatia as pessoas tiverem, mais ficarão atentas ao que você está falando. Entretanto, tome cuidado: as informações não podem ser falsas, afinal, a plateia conseguiria detectar em instantes; também é importante que estejam conectadas com o propósito da apresentação.

4. Conheça seu público

Para que os itens acima sejam efetivos, no entanto, é preciso conhecer o público com o qual você irá falar. Não adianta fazer uma apresentação recheada de termos técnicos para pessoas que não são do seu setor. Analisar com quem você irá falar auxiliará a definir sua atuação, seu discurso, quais informações emocionais pode trazer e como pode trazer a realidade da plateia para dentro da sua apresentação.

5. Treine

Em frente ao espelho, para uma câmera ou até mesmo para a família: treinar ajuda a aliviar a tensão e o nervosismo pré-apresentação. Imagine a plateia, leia seu resumo e finja que está no dia da apresentação. Analise como você se porta, seus gestos e modo de falar e também peça feedbacks construtivos caso se apresente para alguém. O treino ainda irá te ajudar a lembrar de informações que podem acabar sumindo em momentos de ansiedade durante sua fala para a plateia.

6. Não decore, improvise

A pior coisa que uma pessoa pode fazer quando precisa falar em público é decorar sua apresentação. Ao decorar algo, você se prende a um discurso pré-definido e não deixa a apresentação fluir. Além disso, quem decora também tende a esquecer mais o que falar na hora e não saber como se posicionar para explicar determinada colocação, afinal, o acontecido saiu do planejado.

Por isso dominar o tema é fundamental: ao conhecê-lo bem, você consegue conduzir a fala de maneira improvisada, complementando conforme lembra das informações e deixando o momento muito mais pessoal.

7. Sem papel e caneta

Seguindo o conselho acima: não se apegue a objetos, especialmente ao papel e caneta. Não faça uma apresentação seguindo o que está escrito em um papel. É preciso deixar fluir. Quem se preocupa em ficar prestando atenção em um script, tende a esquecer informações mais relevantes por distrair-se demais ao longo da apresentação. Além disso, ao segurar um papel, se você estiver trêmulo com o nervosismo, a plateia conseguirá notar muito mais.

8. Não assuma que está nervoso

O nervosismo é comum para qualquer pessoa que irá falar em público. O segredo está em saber lidar com ele. Não ficar pensando em como está nervoso ajuda – e muito. Pensamentos positivos, como o de que tudo sairá bem durante a apresentação, fazem toda diferença na mente de quem está se expondo publicamente. Outra gafe que o apresentador deve evitar é falar para a plateia que está nervoso. Assim, chamará a atenção de todas as pessoas para sua atuação, deixando com que o nervosismo realmente tome conta. Ele realmente está lá, mas ignorá-lo fará com que a fala fluía ainda melhor.

Saiba mais sobre o Programa Avançar

Com foco no desenvolvimento do empreendedor, trazemos uma série de conteúdos que auxiliam na gestão do seu negócio. São cursos online e podcasts atualizados com as novidades do mercado, dentre outras vantagens exclusivas:   

>>   Cadastre-se gratuitamente <<

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.