Busca
Agronegócio Gestão de Negócios

Ramo de Atividade: saiba como definir o da sua empresa

Foto: Envato Elements

Definir o ramo de atividade tem a ver com a atividade principal que você vai exercer. Ela pode ser indústria (onde há a transformação), comércio (onde há a venda de produtos) ou serviços (onde há a prestação de serviços). 
 
Neste artigo mostramos o passo a passo e considerações feitas para definir o ramo de atividade, além de dicas de tomada de decisão durante o processo. Aproveite o texto!  
 
Aqui você vai ver: 

  • O que é ramo de atividade?  
  • Passo a passo para definir o seu ramo de atividade 
  • Exemplos de atividade por ramo: confira 
  • Por que pensar no ramo de atividade antes de abrir uma empresa?

O que é ramo de atividade?

Ramo de atividade nada mais é do que a área na qual a empresa vai atuar:

Indústria 
O segmento industrial é caracterizado pela transformação de matéria-prima em produtos a serem comercializados posteriormente.  
 
Comércio 
Já o comércio é o responsável pela venda dos produtos fabricados pela indústria. Nesse caso, estamos falando de lojas, supermercados, farmácias, entre outros. 
 
Serviços 
O terceiro ramo de atividade é a prestação de serviços. Esse segmento não lida com fabricação ou venda de qualquer tipo de produto, mas sim com a oferta de mão de obra. Neste caso, é possível que você seja um profissional que oferta o seu trabalho ao consumidor, auxiliando-o em diversas questões e necessidades ou que abra uma empresa de prestação de serviços.

Confira aqui quais atividades se enquadram no MEI

Passo a passo para definir o seu ramo de atividade

Primeiro, você precisa ter em mente a atividade que gostaria de transformar em negócio e, depois, na hora de formalizar o negócio, naturalmente entende o ramo que ela fará parte. Nem sempre é tão fácil em função dos processos de produção, transformação e das diferenças entre comércio e serviços.

Ainda assim, há uma série de pontos que merecem a sua atenção. E um dos principais motivos é buscar reduzir os riscos de a sua empresa não dar certo, seja por questões financeiras ou de falta de público. Por isso, na hora de definir o seu ramo de atividade, é preciso que você: 
 
“considere uma área de atuação que seja do seu interesse” 
Seja qual for a sua razão, o mais importante é que você realmente goste daquilo com o qual vai trabalhar. Lembre-se que você, mais do que qualquer outra pessoa, precisará se dedicar ao máximo para que a sua empresa dê certo. Considerando isso, nada pior do que trabalhar com algo que não lhe motive a levantar todos os dias, concorda? 
 
“tenha conhecimento sobre o segmento” 
Além de gostar, é preciso conhecer profundamente o segmento no qual pretende atuar. Claro que muitas práticas são adquiridas no dia a dia, tendo como base os erros e os acertos. No entanto, é bem importante que você conheça o máximo que puder sobre a atividade que vai exercer antes de iniciar. 
 
“conheça bem o seu público-alvo” 
Antes de tornar sua empresa em realidade é muito importante constatar, através de pesquisa e observação se o que pretende oferecer vai, de fato, atender as necessidades dos consumidores. Não é raro uma pessoa ter uma ideia incrível, mas, naquele momento, não encontrar público para comprar o que está sendo comercializado, seja por falta de conhecimento dos consumidores, por ser uma novidade no mercado etc. 
 
“analise a concorrência” 
Sempre busque o máximo de informações sobre a sua concorrência. Aqui, estamos falando sobre ir além de apenas descobrir com quantos negócios do mesmo ramo de atividade você está disputando público e espaço. O interessante é estudar a concorrência, conhecer os seus pontos fortes e fracos e, com base nisso, encontrar diferenciais que tornem a sua marca mais atraente para os clientes. 
 
“olhe para a frente: pense no futuro do seu negócio” 
Outro passo bem importante para definição do ramo de atividade é pensar em médio e longo prazo. Porém cuidado: o médio e longo prazo para tipos de negócios variam e muito! Para alguns, o prazo médio pode ser três meses e para outros 3 anos. Isso quer dizer que a sua empresa precisa pensar em planos para atender com a mesma abrangência as necessidades das pessoas hoje e no futuro.  
 
“calcule o investimento adequado” 
O investimento inicial de uma empresa consiste no valor que você precisa ter para tornar o seu negócio uma realidade. E nem sempre existe a necessidade de ter todo o capital para começar. O importante é saber onde buscar rapidamente quando necessário e manter sempre o  crédito em condições no mercado. Importante ressaltar que começar um negócio com dívidas não é o melhor cenário para não comprometer a saúde financeira da sua empresa já na largada.

Por que pensar no ramo de atividade antes de abrir uma empresa?

Quando for abrir seu negócio é preciso considerar alguns atributos para que tudo comece da maneira mais adequada possível. Para isso, recomendamos sempre o suporte de um profissional ou escritório de contabilidade que poderá dar as orientações necessárias, além de conduzir o processo com agilidade e segurança, deixando a sua atenção para o startup do seu empreendimento.

Quer saber mais sobre o ramo de atividade que você vai exercer e suas particularidades?

Continue lendo nossos artigos sobre Empreendedorismo, Abertura de Empresas e Contabilidade aqui no Programa Avançar e no Blog da Contabilizei, nosso parceiro nesse conteúdo. Boa leitura!

 

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.