Busca
Agronegócio Gestão de Pessoas

Equidade salarial: entenda quando ela deve ser usada e os benefícios para as empresas



Você sabia que a equidade salarial entre gêneros já é defendida por lei? Isso significa que quando uma mulher e um homem executam a mesma função, a empresa deve remunerá-los com o mesmo valor.

Ainda assim, a falta de fiscalização por parte do governo é um desafio. Segundo pesquisas, a diferença salarial entre o homem e a mulher em nosso país ainda chega a 25%. Por outro lado, há cada vez mais empresas incentivando a mulher a ocupar cargo de liderança e receber uma alta remuneração. É o caso da Schneider Electric, organização que é destaque no movimento de equidade salarial entre gêneros na América do Sul.

Quer ver mais exemplos e entender as vantagens da equidade salarial? Continue acompanhando!

Benefícios da equidade salarial de gêneros para a empresa

Mais do que uma obrigação, a equidade salarial traz diversos benefícios para a empresa. Saiba a seguir quais são eles!

Maior desempenho

Estudos mostram que a organização com maior diversificação de gênero entre seus gestores retrata um melhor desempenho econômico. A consultoria McKinsey divulgou um levantamento que aponta que, de 73 companhias pesquisadas de 2003 a 2005, as que contavam com uma equipe diversificada (com homens e mulheres) apresentaram um desempenho de até 48% maior que a média.

Retenção de talentos

Uma empresa que discrimina por gênero pode reprimir talentos e prejudicar sua capacidade de reconhecer o real desempenho dos colaboradores e dirigentes. Por outro lado, um ambiente de trabalho diversificado abre espaço para o desenvolvimento de habilidades, a elevação da produtividade e a melhoria da retenção de talentos — o que também diminui a taxa de rotatividade de funcionários.

Melhora a imagem da empresa

Desde a criação das Nações Unidas, em 1945, a igualdade de gênero é reconhecida como um direito humano. Sendo assim, a organização que adere a esse compromisso demonstra priorizar a responsabilidade social, fortalecendo sua reputação no mercado.

Certificação de igualdade de salário

Uma medida utilizada para diminuir a diferença salarial entre o homem e a mulher é a chamada Certificação Equal Pay. A metodologia suíça foi criada pela Universidade de Genebra com o intuito de auditar as empresas de acordo com sua prática de remuneração.

O serviço de auditoria e compliance é executado pela PwC. O processo de avaliação é dividido em três fases, que revisam a política e a prática adotada pela organização na área de remuneração por gênero. Para que seja reconhecida com a certificação, a companhia precisa alcançar uma diferença salarial média igual ou inferior a 5%.

Empresas brasileiras que praticam a equidade salarial

Algumas das empresas brasileiras que se comprometem com a causa são:

  • Banco do Brasil;

  • O Boticário;

  • PWC;

  • Petrobras Distribuidora.

Além disso, organizações como a ONU Mulheres no Brasil, Home Care e PNUD Brasil apoiam a iniciativa. Junto com as empresas acima, elas formaram a delegação brasileira que foi discutir o tema em um encontro global sobre empoderamento econômico em 2018, no Chile.

Agora que você conhece os benefícios e as boas práticas de equidade salarial, já pode começar a aplicar esse conceito no seu negócio e promover mais inclusão e reconhecimento das suas colaboradoras.

O Santander Negócios e Empresas sabe que a construção de equipes é um dos pontos mais importantes de uma organização. Por isso, pensamos no Programa Universitário-Empresa, que ajuda você a encontrar o novo talento ideal para integrar o seu time. 

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.