Busca
Agronegócio Gestão Financeira

Patrimônio líquido: entenda esse conceito e acompanhe melhor o desenvolvimento de seu pequeno negócio

Você já ouviu falar no termo “patrimônio líquido”? Pode parecer algo importante apenas para quem é contador. No entanto, ele é um conceito bastante relevante para medir o real crescimento de uma empresa e, por isso, precisa ser compreendido e – acompanhado – por empreendedores. Ele é aplicado a qualquer tipo de negócio e tamanho de empresa. Saiba o que é, como calcular e porque você deve prestar atenção em como está o patrimônio líquido do seu empreendimento.

O que é patrimônio líquido?

São todos os bens e direitos que uma empresa possui (como dinheiro em caixa, valores a receber e imóveis) – o que é chamado de ativo, menos suas obrigações (como valores de rescisões trabalhistas, salários, empréstimos, dívidas) – o que é chamado de passivo. Ou seja, o patrimônio líquido é aquilo que realmente o(s) sócio(s) possui(em). 

Um exemplo ajuda a entender melhor esse conceito: imagine que dois sócios queiram encerrar uma empresa. Para isso, será necessário reunir tudo o que a empresa possui. Além do saldo bancário, é necessário somar os valores a serem pagos pelos clientes e converter em dinheiro todos os bens da empresa, como imóveis próprios, equipamentos, matérias-primas estocadas etc. Por outro lado, será necessário quantificar todas as obrigações financeiras da empresa, quitando-se empréstimos, pagando as rescisões dos funcionários, eventuais impostos atrasados. A diferença entre esses dois totais é o patrimônio líquido, que será dividido pelos sócios de acordo com o percentual que cada um detenha da empresa. Em uma sociedade em que ambos tenham 50% do negócio, o patrimônio líquido será dividido igualmente entre cada um.

Por que é importante acompanhar o patrimônio líquido?

Esse é um indicador importante porque mostra o desenvolvimento do seu negócio, possibilitando uma visão mais abrangente do que simplesmente o faturamento e o lucro. Perceber que o patrimônio líquido da empresa está aumentando gradativamente mostra que o negócio está indo por um bom caminho de crescimento sustentável. Também significa que a empresa tem capacidade de cumprir com suas obrigações sem sobressaltos.

Como calcular o patrimônio líquido?

Como explicado anteriormente, o patrimônio líquido é calculado pela diferença entre ativo e passivo:

Patrimônio líquido = ativos – passivos

É importante saber que a composição do patrimônio líquido é definida por lei. A Lei 6404/76 determina tudo o que deve ser considerado no momento de se calcular os ativos e passivos de uma empresa. 

O que compõe o patrimônio líquido?

São diversos itens:

  • Capital social: o valor investido por cada sócio para começar um negócio;
  • Itens financeiros: dinheiro em caixa, valores a receber, aplicações etc;
  • Bens materiais: veículos da empresa, imóveis, matérias-primas, equipamentos etc;
  • Bens imateriais: marcas, patentes etc. 

Vale destacar que tudo é calculado no chamado “valor justo”. Ou seja, a quantia real e atualizada pela qual um ativo pode ser trocado (ou um passivo possa ser liquidado). Para se chegar ao valor de um equipamento, por exemplo, deve se considerar porquanto ele conseguiria ser vendido no mercado no momento que o ativo está sendo calculado. 

O que fazer se o patrimônio líquido não está aumentando?

É comum que o patrimônio líquido sofra oscilações ao longo do tempo. Contratar um empréstimo para a aquisição de um equipamento, promover redução na equipe (precisando pagar indenizações) e diversas outras situações podem reduzir o patrimônio líquido momentaneamente. Isso não representa nenhum problema para empresa, pois fazem parte do dia a dia do negócio.

No entanto, caso o patrimônio líquido não volte a se recuperar ao longo dos próximos meses, vale a pena fazer uma avaliação de onde está o problema. Usando o exemplo da aquisição do equipamento: seria de se esperar que essa compra trouxesse melhorias para o negócio; se isso não está se refletindo no aumento do patrimônio da empresa, é preciso investigar os motivos.

Precisa de ajuda para lidar com a gestão financeira de negócio? O Programa Avançar reúne diversos conteúdos atualizados e focados em microempreendedores e pequenas empresas. Acesse agora mesmo

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.