Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Os dez livros preferidos de CEOs famosos

A melhor maneira de exercitar seu aprendizado e aprimorar seu poder de persuasão é por meio da leitura. Não é à toa que os grandes empresários costumam ser leitores ávidos, além de estimular o cérebro a criar novas ideias, ler um livro pode te orientar para diversos aspectos pessoais e profissionais.

Falta de tempo costuma ser a maior desculpa entre aqueles que ainda não criaram o hábito de ler. Mas se um CEO consegue dedicar-se a um livro entre um projeto e outro, por que você também não conseguiria?

Para incentivar a prática, separamos os dez livros preferidos entre CEOs como Bill Gates, Jeff Bezos e Mark Zuckerberg. Confira:

OS VESTÍGIOS DO DIA, de Kazuo Ishiguro


Jeff Bezon, CEO da Amazon, aprende mais com obras de ficção. Seu livro preferido, Os Vestígios do Dia, conta a história do mordomo Stevens, que rememora as três décadas dedicadas à casa de um distinto nobre britânico, lord Darlington. Por insistência do novo patrão, Stevens sai de férias em viagem pelo interior da Inglaterra. No caminho, recorda passagens da vida e reflete sobre o papel dos mordomos na história britânica.

 

 

O APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO, de J. D. Salinger


Bill Gates, CEO da Microsoft, elegeu o livro que narra um fim de semana na vida do jovem Holden Caulfield como seu favorito aos 13 anos de idade. Holden, estudante de um internato, volta para casa mais cedo no inverno, depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso da escola. No regresso para casa, vai refletindo sobre a sua vida, repassando sua peculiar visão de mundo e tentando definir alguma diretriz para seu futuro.

 

 

COMO AVALIAR SUA VIDA?, de Clayton M. Christensen


Steve Jobs, falecido CEO da Apple, havia elegido o livro de Clayton M. Christensen como seu favorito. A obra é uma reflexão pessoal do autor sobre ter superado o mesmo tipo de câncer que tirou a vida de seu pai.

 

 

COMPETINDO CONTRA O TEMPO, de George Jr. Stalk e Thomas M. Hout


O atual CEO da Apple, Tim Cook, indica o livro Competindo Contra o Tempo para todos seus funcionários. Mesmo não trabalhando na Apple, você deve adquirir um exemplar, pois a obra enfatiza em como o trabalho eficiente auxilia em suas tarefas diárias e na prosperidade de sua carreira.

 

 

PORTFOLIOS OF THE POOR, de Jonathan Morduch e Daryl Collins


O jovem CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, elegeu como favorito o livro que trata sobre quarenta por cento das pessoas do mundo viverem com uma renda de dois dólares por dia ou menos.

 

 

BENJAMIN FRANKLIN: AN AMERICAN LIFE, de Walter Isaacson


Elon Musk, CEO e CTO da SpaceX, CEO da Tesla Motors e Chairman da SolarCity, elegeu como livro preferido uma obra que conta a história de outra pessoa de destaque: Benjamin Franklin. O livro narra a trajetória do jornalista, editor, autor, filantropo, abolicionista, funcionário público, cientista, diplomata, inventor estadunidense.

 

 

THE ROAD TO CHARACTER, de David Brooks


CEO da Pepsico, Indra Nooyi afirmou que o livro The Road to Character foi um dos livros mais influentes que ela já leu na vida. O livro fala o porquê da construção de caráter ser tão importante como o desenvolvimento de uma carreira.

 

 

O ESPIÃO QUE SABIA DEMAIS, de John le Carré


O livro que conta a história do espião britânico George Smiley procurando um agente duplo soviético no Serviço Secreto é o preferido de James Gorman, CEO da Morgan Stanley. O executivo tem apreço por obras de espionagem. Essa, em específico, recebeu aclamação da crítica por seu complexo comentário social e falta de sensacionalismo.

 

 

THE HAPPINESS ADVANTAGE, de Shawn Achor


Melanie Whelan, CEO da SoulCycle, afirma que o livro The Happines Advantage parece ser uma pesquisa sobre sua companhia e, por isso, gosta tanto de lê-lo. A obra não fala apenas sobre como ser feliz no trabalho, mas sim como aproveitar os benefícios de uma vida mais positiva para alcançar seus objetivos.

 

 

I KNOW WHY THE CAGED BIRD SINGS, de Maya Angelou


A obra é a primeira de cinco volumes da autobiografia de Maya Angelou e narra a infância até a adolescência da autora. Em todos os volumes o tema sempre é voltado para família e autodescoberta, entretanto, em termos de escrita e estilo, cada um deles é delineado de forma diferente. O livro é o preferido de Richard Branson, CEO do Grupo Virgin, e sempre é citado por Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos.

 

Post ID: | Current Page ID: 5197

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.