Busca
Agronegócio Empreendedorismo

50+ a hora certa de empreender

Foto: Envato Elements

Cada vez mais a idade física não é impedimento para desenvolver uma nova habilidade, carreira ou empreendimento. Pessoas com 50 ou mais anos têm vitalidade, espaço em suas agendas e ideias para colocar em prática, em todos os segmentos. Este movimento, ainda novo no Brasil, possibilita um aquecimento na economia, além de integrar pessoas de gerações diferentes em negócios disruptivos e inovadores. 

Este artigo mostra um pouco deste cenário e algumas dicas para que os 50+ - a nova idade - possam pensar seus negócios de maneira holística e colocá-los em prática. O sucesso só depende de você! 

Aqui você vai ver: 

  • Como ter uma nova carreira? 
  • Crédito para empreendedor de 50+ 
  • Negócios para empreendedores de 50+ 
  • Como abrir empresa depois da aposentadoria

Como ter uma nova carreira?

Há muito tempo ter 50 anos deixou de ser sinônimo de pijama e cama, esperando a vida passar. É claro que as pessoas nesta faixa etária estão preocupadas em como fazer seu tempo cada vez mais útil e prazeroso e de quebra, ganhar algum dinheiro. Ninguém quer viver somente para o trabalho depois de já ter dado duro por um longo período – empreender aos 50 anos precisa ser também um prazer, uma conquista. 

Esta é uma das principais razões porque os negócios encabeçados por 50+ dão tão certo. Além da experiência, eles são recheados com sabedoria, amor e, muitas vezes, um bom pé de meia financeiro. 

Talvez você queira investir agora em uma atividade que durante longo tempo na sua vida foi um lazer; talvez você tenha desejo por novos conhecimentos, e queira montar sua empresa em um modelo que você nunca ouviu falar e agora quer estudar. Tudo depende do seu perfil e das atividades que está disposto a fazer. E do tempo que está disposto a investir. 

Outra opção que aparece com frequência é a intenção de montar um negócio que possa ser lucrativo e onde o empreendedor faça gestão mas não tenha muito envolvimento operacional – e é para esse perfil que as franquias estão direcionadas. Atenção aqui ao fato de que, mesmo que a franquia lhe entregue uma série de processos desenhados, você ainda terá um montante de trabalho para gerir as pessoas que darão conta das atividades – e isso pode demandar bastante.

Crédito para empreendedor de 50+

Uma das vantagens dos empreendedores que estão nessa faixa etária é que em geral já tem no bolso algum tipo de financiamento próprio, como o resultado da aposentadoria ou das economias que foram feitas durante os períodos anteriores. Esse financiamento próprio, aliado a um bom histórico de crédito, alavanca o negócio através da obtenção de juros mais baixos que viabilizam o novo empreendimento 

Além disso, existe o financiamento coletivo: uma criativa e colaborativa forma de conectar ideias ao capital ávido por novos negócios. Nesse caso, você vai disponibilizar sua ideia de negócio em um site de financiamento coletivo e as pessoas podem doar valores para que você receba o montante que está solicitando. Se o seu projeto é inovador e tem apelo comercial, pode ser uma boa sacada. 

Saiba mais: Linha de crédito para empresas: como conseguir?

Negócios para empreendedores de 50+

Mas quem pensa que empreendedores 50+ investem somente em opções tradicionais, está enganado. Investem tempo de capital em negócios com agilidade e mobilidade, típicos dos tempos atuais. Muitas vezes as mudanças na economia provocadas pelo tempo acabam por abrir portas para que os negócios mais inovadores apareçam – mesmo que esse tipo de negócio tenha sido pensado anos atrás ainda de forma inviável. 

Exemplos mundiais de empreendedores que entraram nesse mundo após os 50 não faltam. É o caso de Ray Kroc, do McDonald’s, que começou a rede de franquias da marca já com 52 anos (e cuja história completa você pode ver no filme Fome de Poder). Ray é um exemplo clássico de profissional que estava cheio de ideias e boa vontade – e soube perceber uma oportunidade que nem mesmo os criadores dos processos da famosa lancheria identificaram. 

E pensando que a experiência e a expertise que você adquiriu nas suas atividades profissionais anteriores possa ser aproveitada, há a opção também de criação de uma empresa de treinamento, desenvolvimento ou de consultoria. Esse pode ser um bom caminho se você é feliz com o rumo profissional que tomou na vida, e pode ser bastante lucrativo também.

Como abrir empresa depois da aposentadoria

Os procedimentos e parâmetros para abertura de empresa para pessoas com 50+ é exatamente o mesmo. para aqueles que estão aposentados legalmente (previdência oficial) o procedimento é igual para abertura quando os sócios não estão nesta condição. O que pode mudar é que a retirada de pró-labore da empresa exige contribuição ao INSS, então mesmo aposentado você fará essa contribuição também. 

Mesmo o tipo de empresa MEI (Microempreendedor Individual), que conta com diversas vantagens e redução nos impostos, não tem restrição na abertura por aposentados. Essa é uma boa opção para quem está pensando na abertura da empresa como complementação de renda: embora o MEI tenha limitação de faturamento de R$81 mil ao ano, comporta bem alguns tipos de negócios individuais.

Quer saber mais sobre empreendimentos 50+?

Continue lendo nossos artigos sobre Empreendedorismo, Abertura de Empresas e Contabilidade aqui no Programa Avançar e no Blog da Contabilizei, nosso parceiro nesse conteúdo. Boa leitura! 

 

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.