Busca
Agronegócio Empreendedorismo

6 reflexões para fazer antes pedir demissão e abrir sua própria empresa



Quem nunca sonhou em empreender por conta própria e deixar de cumprir ordens do chefe? Está aí um cenário cada vez mais procurado no Brasil. Entretanto, a decisão de se demitir e criar o próprio negócio não é uma decisão fácil.

Como saber o momento certo para dar esse salto?

Muita coisa entra em jogo para quem opta por essa mudança de vida. Pense bastante na questão. Aqui vão algumas dicas sobre essa transição.

É o que eu realmente quero?

Antes de tomar uma decisão tão importante como pedir demissão para abrir o seu próprio negócio, avalie se isso é realmente o que você quer e se a nova empreitada o deixará feliz. Afinal, é a sua carreira que está em jogo.

É a hora certa?

Você acabou de assumir a reforma da casa ou os cuidados de saúde de um familiar. Será que é a hora certa de pedir demissão em busca do sonho de empreender?

É comum que o retorno financeiro ao investir no próprio negócio demore um pouco. Normalmente, é necessário pelo menos um ano até que o novo negócio se estabilize. Pense nisso.

Tenho condições de arcar com as minhas despesas?

No período de transição até se tornar o seu próprio patrão podem ocorrer improvisos que exigirão economias para que você se mantenha nessa fase. É preciso avaliar o tempo de pausa para contabilizar a média de gastos.

Preciso de orientação especializada?

Ao pedir demissão em busca do sonho de empreender, muitas dúvidas podem surgir e nem sempre você está preparado para lidar com elas. Portanto, o indicado seria procurar orientação especializada.

Conversar com pessoas mais experientes, que já atuaram na sua área de interesse, ou cogitar a ajuda de um coach profissional são possibilidades que devem ser avaliadas.

Tenho um plano B?

Se tudo o que eu planejei for por água abaixo, o que será do meu futuro profissional frente a um mercado de trabalho tão escasso? Esse é um imprevisto que pode surgir durante o período de transição.

Por isso, tenha sempre um “plano B”. Para tanto, reúna o máximo de informações sobre o segmento que pretende emplacar ao abrir o seu próprio negócio e se organize.

Por que é tão importante ter a minha própria empresa?

Reflita sobre os valores inseridos em sua meta profissional e coloque tudo na balança. Em alguns casos, contudo, a motivação é momentânea e serve apenas para suprir uma frustração no trabalho que tende a ser superada em breve.

O Programa Avançar oferece webséries e podcasts exclusivos para fomentar o empreendedorismo no país. Cadastre-se gratuitamente e confira!

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.