Busca
Agronegócio Empreendedorismo

6 dicas para abrir um restaurante

Se você pretende abrir um restaurante, já deve saber que isso exige bem mais que o talento na cozinha, certo?

O ramo da alimentação é bastante competitivo e requer estratégias e visão de negócio, além de pratos saborosos e bem feitos. 

Por outro lado, se alimentar é uma necessidade básica do dia a dia e, devido a isso, grandes oportunidades de sucesso podem surgir, mesmo quando não se tem muitos recursos para investir no início.

Além disso, a necessidade se transformou em um estilo de vida para muitas pessoas e você pode aproveitar esse segmento para se destacar da concorrência.

Enfim, pensando em te ajudar a colocar a mão na massa e abrir o seu restaurante, separamos 6 dicas para você ter um negócio de sucesso e receber 5 estrelas em suas futuras avaliações:

1. Capriche no cardápio

No início é importante que o seu restaurante ofereça um cardápio pequeno, porém bem elaborado. Se o seu estabelecimento for físico, opções a la carte também são uma boa pedida. 

Nesse momento, priorize os pratos que você domina melhor, que já conheça bem os ingredientes e que não sejam tão complicados de fazer diariamente ou de acordo com o período escolhido.

O seu menu não precisa ter muitos itens, mas deve ser chamativo, bem descrito e agradável ao paladar e aos olhos dos seus futuros clientes.

É bem possível que você já saiba mais ou menos por onde começar a elaboração a partir desta dica, correto? Pense bem nessa etapa. Ela é fundamental para o restante do processo.

2. Conquiste seus clientes

O seu restaurante só vai ter sucesso se você tiver clientes, não é mesmo? Por isso, é muito importante pensar em formas de conquistar a clientela já no início.

Você também precisa ser seletivo nessa parte. Não tem como mirar em todo tipo de cliente. Por exemplo: seu restaurante vai ter pratos muito caros ou vai ser mais acessível? Qual a localização do seu estabelecimento? É uma região com bastante turistas ou apenas moradores locais?

Esse tipo de análise te prepara para o próximo passo: o marketing.

Investir em um bom marketing é fundamental nessa etapa. Além de fotos e vídeos instagramáveis dos pratos e do estabelecimento em si, é importante contar com outras ferramentas de divulgação e fidelização.

Nesse momento é importante desenvolver meios que atraiam novos clientes e os façam voltar a comprar de você em outra oportunidade. Por isso, cadastre seus clientes em uma base de dados e envie mensagens sempre que ocorrer uma novidade, como um novo prato, por exemplo.

Além disso, pode criar uma rede de relacionamento, oferecendo descontos, brindes e até presentes de aniversário para seus clientes mais fiéis.

Para desenvolver essas estratégias, você pode usar diversas ferramentas, como:

●    Redes sociais;
●    SMS Marketing;
●    Anúncios pagos no Google;
●    Panfletos;
●    Comunicação local (rádio, revista, sites do bairro e etc);
●    Programas de fidelidade;
●    Promoções;
●    Cupons de desconto;
●    Brindes, como uma pequena sobremesa, por exemplo;
 

CONTA PJ

Tem um restaurante mas ainda não tem uma conta PJ?

Confira as vantagens de ter a sua!

3. Defina o horário de atendimento 

Para quem está começando, definir um horário de atendimento vai exigir cálculos bastante estratégicos, por isso fique atento.

O seu futuro restaurante pode funcionar em ambiente físico, por delivery ou ambos. De qualquer forma, saiba que o horário de funcionamento vai além do atendimento ao público. Afinal, a preparação dos pratos não começa no momento de abertura das portas, assim como o expediente só termina após toda a higienização e preparação para o dia seguinte.

Por isso, calcular o tempo de operação e todos os gastos de água, energia, gás e funcionários pode definir um único período: café da manhã, almoço ou jantar. 

Estude na sua região os horários de maior pico, verifique se existe uma concorrência maior em determinados períodos para evitar dividir a clientela e estabeleça o horário de atendimento ao público baseado em todas essas variáveis.

4. Ofereça vários meios de pagamento

Em qualquer negócio, atualmente, precisa pensar em muito mais que oferecer pagamentos a crédito, débito e dinheiro. 

Você precisa ter um sistema que ofereça, pix, pagamento por aproximação, link de pagamento para compras diretamente nas redes sociais e vale refeição. 

As maquininhas da Getnet, por exemplo, são excelentes equipamentos para o início do seu negócio, pois aumentam o poder de compra da sua clientela, além de oferecer todo o suporte com a qualidade Santander. 

Além disso, você pode receber as compras a crédito com antecipação, ter as melhores condições em termos de taxas e isenção de aluguel se o seu restaurante vender mais que R$ 1000,00 por mês.

Outro ponto positivo da Getnet em relação a outras empresas de pagamento eletrônico, é o aplicativo de gestão de restaurante e informações de qualidade para empreendedores por e-mail, redes sociais e no blog Negócio de Sucesso.

5. Procure investidores

Nem sempre é possível começar um empreendimento tendo em caixa o valor necessário para todas as etapas necessárias: compra de ingredientes, marketing, funcionários, despesas fixas e tudo mais.

Por isso, é válido conseguir investidores nesse período. Eles podem ser parceiros essenciais para o seu restaurante alavancar. 

Você pode criar uma apresentação do seu negócio com toda a possibilidade ganhos, estratégias, pontos positivos e demais informações interessantes para que outras pessoas embarquem nesse projeto com você.

Existe uma série de modalidades para captar recursos, entre elas: 

●    Amigos;
●    familiares;
●    crowdfunding (plataformas de “vaquinhas”)
●    investidor-anjo.

6. Tenha os equipamentos ideais

Cozinhar em um restaurante é muito diferente de cozinhar em casa, para os amigos e familiares. Portanto é muito necessário investir nos equipamentos certos para esse tipo de operação.

Por mais que o seu restaurante esteja no início, para entregar um serviço de qualidade você precisa de ferramentas além dos seus eletrodomésticos de rotina. Então, verifique por onde começar: um fogão novo? Um liquidificador industrial? De repente um conjunto de panelas maiores e antiaderentes? 

Pois bem. Analise qual a maior necessidade e não hesite em adquirir.

Post ID: | Current Page ID: 4877

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.