Busca
Agronegócio Gestão de Negócios

O que é o Capital de Giro e como gerenciá-lo de forma inteligente na sua empresa 

Foto: Envato Elements

O capital de giro é o que garante o negócio no plano operacional. É quanto sobra de “giro” depois de descontados os compromissos que a empresa tem no curto prazo (12 meses).  
 
Neste artigo falamos sobre como calcular e controlar o capital de giro, sua importância para manter o negócio saudável e dicas de como administrá-lo. Boa leitura 
 
Aqui você vai ver: 

  • O que é o capital de giro? 
  • Como calcular o capital de giro? 
  • Qual é a importância do Capital de giro?  
  • Dicas para manter o capital de giro saudável

O que é o capital de giro?

O capital de giro é composto por todos os recursos financeiros necessários que a empresa precisa para se manter operando regularmente, ou seja, é a parte do investimento total que fica reservada para o pagamento de custos e despesas ao longo do tempo. 
 
O capital de giro da empresa demonstra quanto a empresa já em atividade tem disponível em seu ativo de alta liquidez – bens e direitos que podem ser convertidos rapidamente em dinheiro – para pagar suas obrigações de curto prazo como: fornecedores, impostos, salários de funcionários, etc.

Como calcular o capital de giro necessário?

Para fazer o cálculo de capital de giro da sua empresa, você pode partir do balancete ou um controle gerencial atualizado. Lembre-se que o capital de giro é a diferença entre os ativos de alta liquidez da empresa, chamados de ativo circulante, e as obrigações de curto prazo, chamadas de passivo circulante. 
 
CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO = ATIVO CIRCULANTE – PASSIVO CIRCULANTE 
 
Mas o que são considerados ativos e passivos circulantes? O conceito de circulante e não circulante é determinado pelo prazo de liquidez ou de pagamento de determinado item.  
 
Os itens do ativo, que são os bens e direitos da empresa, são classificados por sua liquidez, ou seja, sua capacidade em serem convertidos em dinheiro. No caso do circulante, 12 meses: 

  • Dinheiro em espécie 
  • Saldo em contas bancárias 
  • Aplicações Financeiras de curto prazo 
  • Estoques 
  • Contas a receber 

Já os passivos são as obrigações que a empresa tem com terceiros, seja ele um fornecedor, funcionário ou próprio governo. A lógica para ser classificado como um passivo circulante é a mesma: ter vencimento inferior a 12 meses: 

  • Fornecedores 
  • Salários 
  • Impostos 
  • Contas consumo 
  • Aluguéis 

Com os dados em mãos, basta deduzir o total das obrigações do total dos ativos e você terá o valor de seu capital de giro atual.  

Este número é muito importante porque quanto mais positivo ele for maior será a capacidade da empresa, ou seja, gasta percentualmente pouco em relação às obrigações. Se o número for muito apertado, perto de zero, quer dizer que a empresa está com pouca capacidade de geração ou está gastando além do que pode. Capital de giro negativo, significa problema pois está gastando mais do que gera. Nesta condição há o endividamento. 

Qual é a importância do Capital de giro?

Ter controle e acompanhar o capital de giro da empresa é fundamental para manter o fluxo de caixa sempre saudável e garantir a continuidade do negócio, evitando surpresas desagradáveis. 
 
É importante saber, que o valor do capital de giro está relacionado a outros fatores importantes e que são particulares de cada empresa. Por isso é muito importante contar com o apoio de uma contabilidade que entenda suas necessidades e conheça a sua operação para lhe auxiliar nesta missão. 
 
Um destes fatores é o ciclo financeiro da empresa. Ele corresponde ao caminho e ao tempo que o dinheiro leva para sair da empresa, desde a compra a prazo com um fornecedor até o momento que este valor retorna para a empresa como lucro das vendas.  
 
Esta análise demonstra que durante os 40 dias após o pagamento do fornecedor até o recebimento pelo produto vendido a empresa precisa de capital próprio para operar. Isso significa que possivelmente uma empresa com este ciclo financeiro precisaria de um capital de giro – reserva – maior para o caso de precisar pagar outras contas durante este período. 
 
Saiba mais: Como o crédito para capital de giro pode ajudar sua pequena empresa

Dicas para manter o capital de giro saudável

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o que é o capital de giro e a importância de sempre controlar esse indicador, seguem algumas dicas para garantir uma melhor análise e melhores resultados:  

  • Planeje sempre 
  • Tenha disciplina: controle na ponta do lápis 
  • Saiba negociar seus compromissos  
  • Repense seus custos e encontre oportunidades 
  • Analise capital de terceiros 
  • Dedique seu tempo a gestão

Quer saber mais sobre o capital de giro na sua empresa?

Continue lendo nossos artigos sobre Empreendedorismo, Abertura de Empresas e Contabilidade aqui no Programa Avançar e no Blog da Contabilizei, nosso parceiro nesse conteúdo. Boa leitura! 

 

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.