Busca
Agronegócio Gestão Financeira

Empresa negativada: saiba as consequências

A combinação de inflação e juros altos tem provocado o aumento de inadimplência de empresas brasileiras. Dados da Serasa Experian apontam que, em abril de 2022, o total de empresas inadimplentes beirava os 6 milhões. Desse universo, a maior parte era formada por micro e pequenas empresas: 5,5 milhões. Muitos negócios tiveram de recorrer a empréstimos para sobreviver durante a pandemia e, agora, diante do cenário desfavorável, estão enfrentando dificuldades para pagar as parcelas.

O maior problema é que ter o CNPJ negativado traz novas dificuldades para as empresas, o que pode gerar um ciclo negativo capaz de colocar em risco a própria manutenção do empreendimento. Descubra as consequências de ter uma empresa negativada:

Reputação comprometida

Ter o nome da empresa inserido nos bancos de dados de inadimplentes pode comprometer a reputação do seu negócio e prejudicar contratos futuros, especialmente quando realizados com outras empresas. Muitas companhias possuem políticas que impedem a contratação de empresas endividadas. A explicação é simples: uma empresa com dívidas pode ter dificuldades de adquirir insumos e honrar as entregas combinadas e isso é indicado como um risco para a empresa contratante.

Restrição de crédito

Você voltaria a emprestar dinheiro para um amigo que ainda não pagou nem o que já deve para você? Provavelmente não.  A mesma coisa acontece com o mercado financeiro: o receio de que sua empresa não consiga pagar todos os débitos contraídos faz com que novos valores não sejam disponibilizados.

Empréstimos mais caros

Existem instituições financeiras que oferecem empréstimos para empresas negativadas. Até mesmo a boa relação construída com o gerente da sua conta pessoa jurídica pode ajudar e fazer com que um banco abra uma linha de crédito para sua empresa. Uma coisa é certa, porém: as taxas serão mais altas, pelo nível de risco que seu CNPJ representa.

Ações judiciais

Além de todos os problemas mencionados, sua empresa poderá ter de enfrentar um processo judicial para o pagamento da dívida, gerando ainda mais despesas, como a contratação de advogado para cuidar do processo, além das custas do processo.

A melhor forma para evitar que sua empresa seja negativada é fazer um planejamento financeiro realista e ter um forte controle do fluxo de caixa. Isso ajuda a antecipar problemas e tomar decisões mais acertadas. E, atenção: não é verdade que dívidas não pagas expiram em cinco anos. O que acontece é que após 5 anos, a dívida não pode mais gerar negativação do devedor. Ou seja, sua empresa não poderá continuar com o nome sujo por causa dela, mas a dívida continuará existindo e as cobranças continuarão. E novas dívidas (com outras instituições ou referentes a outros contratos) poderão tornar sua empresa negativada novamente.  

Crédito bom é crédito consciente. Saiba mais sobre a importância de utilizar o crédito de forma correta e descubra qual a linha mais adequada para o seu negócio no podcast Crédito do Programa Avançar.

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.