Vestuário: Preço é principal fator de escolha para consumidores

Produtos mais básicos ganham mais destaque em relação aos inovadores, aponta pesquisa

Foto: Envato Elements

Bom atendimento, oferta diferenciada e variedade de tamanho são aspectos importantes para um negócio do setor de vestuário ser bem-sucedido. No entanto, o principal fator de escolha para os consumidores é o preço. É o que revela o estudo “Comportamento de Compra do Consumidor de Vestuário”, divulgado pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (Iemi).

A pesquisa analisou o comportamento de compra de 1.250 consumidores de vestuário de todas as idades, regiões e poder de compra e identificou que, nesta edição, o preço superou o bom atendimento, que prevaleceu no estudo anterior, feito em 2017.

A constatação é reflexo do retorno de consumidores de menor renda ao mercado, conforme avaliou o diretor do Iemi, Marcelo Prado, à Agência Brasil. A procura agora é por produtos mais baratos, com destaque para itens mais básicos do que inovadores. “Agora, os básicos ganharam força por conta da demanda reprimida. É essa população voltando aos poucos a recompor o mercado. Tem o preço como orientação e o produto básico como ícone”, disse ele à publicação.

Internet

O estudo também identificou que os consumidores, em especial das classes C e D, começam a utilizar as lojas online para a compra de itens de vestuário. No entanto, as lojas físicas ainda predominam no setor, sendo preferidas por 79% dos consumidores. De acordo com a pesquisa, 17% dos consumidores efetuaram sua última compra pela internet, contra 14% na análise de 2017.

Quando a escolha é o varejo físico, 50% dos consumidores realizaram sua última compra em shoppings, enquanto 32% sinalizaram uma preferência pelas lojas de rua.


Leia também: Conquistar clientes e vender mais são as principais dificuldades para donos de pequenos negócios