Conheça os 5 países que mais importam do Brasil

Essas nações podem oferecer boas oportunidades de expansão para empresas brasileiras que queiram internacionalizar seus negócios

Publicado em 12/08/2020

Foto: Envato Elements

A participação brasileira no comércio exterior é cada vez mais expressiva – o que gera oportunidades de negócio para as empresas nacionais que querem vender seus produtos no exterior.

Quer mais informações sobre importação? Clique aqui para se cadastrar gratuitamente em nosso portal e assistir nossa websérie Negócios Internacionais

Dados da Organização Mundial do Comércio (OMC) destacam que, em 2017, a exportação brasileira registrou um aumento percentual acima da média mundial. Enquanto o crescimento das exportações teve uma média geral de 10,6%, a alta no Brasil foi de 17,5% – a sexta maior do ranking.

Você sabe quais são os produtos mais exportados pelo Brasil?
Importação: conheça os principais produtos importados pelo Brasil
O que o Brasil importa da China

Negócios de qualquer porte podem e devem se beneficiar desse crescimento, inclusive as pequenas empresas, que representam metade dos exportadores brasileiros. Para as companhias que estão planejando uma estratégia de internacionalização, é importante conhecer os países que mais importam produtos brasileiros e, assim, montar um plano mais assertivo.

Confira a seguir as 5 nações que mais importam do Brasil, de acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

2020

Entre janeiro e julho de 2020, o Brasil exportou um total de US$ 120,8 bilhões. A lista dos 5 países que mais importaram nossos produtos neste ano é:

  1. China
    34,1% de participação - US$ 41,3 bilhões
  2. Estados Unidos
    9,73% de participação - US$ 11,8 bilhões
  3. Holanda
    3,96% de participação - US$ 4,8 bilhões
  4. Argentina
    3,64% de participação - US$ 4,4 bilhões
  5. Espanha
    2,1% de participação - US$ 2,5 bilhões
Gráfico com os países que mais importam do Brasil em 2020, com dados atualizados até julho.
Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

2019

No ano passado, os 5 países que mais importaram produtos do Brasil foram:

1) China

Em 2019, o volume importado do Brasil pela China movimentou um total de US$ 63,4 bilhões. O valor representa uma queda de 0,9% em comparação com o ano anterior. O país asiático representa uma fatia de 28,1% entre as exportações brasileiras.

Principais produtos:

  • Soja mesmo triturada - 32%
  • Óleos brutos de petróleo - 24%
  • Minérios de ferro e seus concentrados - 21%

2) Estados Unidos

O saldo total de importações feitas pelos Estados Unidos em 2019 atingiu um total de US$ 29,7 bilhões – um crescimento de 3,6% em comparação anual. O país liderado por Donald Trump é o destino de 13,2% das exportações feitas pelo Brasil.

Principais produtos:

  • Óleos brutos de petróleo - 11%
  • Produtos semi-acabados, lingotes e outras formas primárias de ferro ou aço - 9,6%
  • Aeronaves e outros equipamentos, incluindo suas partes - 8,2%

3) Holanda

Com 4,49% de participação, a Holanda é o terceiro país que mais importa produtos brasileiros. O comércio com destino ao país europeu movimentou um volume de US$ 10,1 bilhões em 2019, uma variação de -22,5% na comparação anual.

Principais produtos:

  • Plataformas, embarcações e outras estruturas flutuantes - 15%
  • Obras de ferro ou açõ e outros artigos de metais comuns - 11%
  • Minério de ferro e seus concentrados - 9%

4) Argentina

A vizinha Argentina é o quarto país que mais importou do Brasil em 2019, com uma participação de 4,34%. O valor movimentado no período foi de US$ 9,8 bilhões – uma queda de 34,3% em comparação com os mesmos meses de 2018.

Principais produtos:

  • Automóveis de passageiros - 21%
  • Partes e peças para veículos automóveis e tratores - 7,9%
  • Demais produtos manufaturados - 5,3%

5) Japão

Completando o ranking, o Japão é o quinto país que mais importa do Brasil. O volume movimentado em 2019 foi de US$ 5,4 bilhões – o que representa uma participação de 2,41%. Na variação anual, houve aumento de 25,7%.

Principais produtos:

  • Milho não moído, exceto milho doce - 21%
  • Minério de ferro e seus concentrados - 20%
  • Carnes de aves - 15%

Como se preparar para a exportação?

Empresas de qualquer porte e segmento podem se favorecer da relação do Brasil com esses países.

O primeiro cuidado para iniciar um processo de internacionalização é conhecer a lei da exportação, que reúne todos os requisitos a serem cumpridos por empresas exportadoras. Além disso, a empresa também deve conhecer o importador.

Quer se preparar melhor para internacionalizar seus negócios? Conheça nossas iniciativas que oferecem atendimento personalizado, ferramentas, produtos e serviços para apoiá-lo a expandir seus negócios para o mercado internacional. Assista também a nossa websérie exclusiva sobre o tema.