Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Redes sociais: descubra como atuar em cada uma delas

As redes sociais se tornaram o canal principal para os consumidores se relacionarem com suas marcas preferidas. São ambientes que possibilitam agilidade e uma comunicação direta com as empresas, além de terem dado voz para os clientes tecerem elogios ou fazer pesadas críticas às experiências vividas em seus momentos de consumo. Por isso, manter perfis nas redes é algo obrigatório para negócios de qualquer segmento e porte.

No entanto, mais do que estar presente, é preciso entender que cada rede tem sua característica, possibilitando usos diferentes e demandando uma forma de comunicação específica. Isso significa que não adianta simplesmente produzir um post (mesmo que caprichado) e replicá-lo nas diferentes plataformas. É necessário definir uma estratégia para cada uma delas.  

Para isso, o primeiro passo é entender o que funciona melhor em cada rede para os perfis empresariais e verificar como sua marca pode aproveitar cada uma dessas possibilidades. A lista abaixo traz as redes mais acessadas no Brasil, segundo dados da pesquisa Digital 2022

WhatsApp

Rede social mais utilizada pelos brasileiros, com 165 milhões de usuários, o WhatsApp é um ambiente para estabelecer relacionamentos diretos e de muita proximidade com seu público-alvo. O tratamento é no nível pessoal e seu cliente espera ser chamado pelo nome e agilidade nas respostas. Por isso, é muito importante configurar mensagens de resposta automática, especialmente fora do horário de atendimento, que, preferencialmente, já indiquem alguns caminhos para o cliente, como acesso ao catálogo de produtos, informações sobre horários de funcionamento etc. Para perfis empresariais, o WhatsApp é excelente para: 

  • Usar como um canal de vendas direto, disponibilizando catálogo de produtos 
  • Criar grupos exclusivos para segmentos de clientes 
  • Programar envios de mensagens automáticas para sua base de clientes 
  • Fazer atendimento ao consumidor (respondendo dúvidas, críticas e elogios) 
  • Receber pagamentos

 

YouTube 

Atraindo 138 milhões de brasileiros (considerando apenas o público entre 18 e 65 anos, considerado elegível pela plataforma para serem impactados por publicidade), o YouTube aprimorou seu sistema de hashtags, reforçando seu lado de rede social. Totalmente baseada em vídeos, a plataforma serve com um bom repositório de informações para seu cliente, especialmente para ele aprofundar o conhecimento sobre sua marca, produtos e serviços. É a plataforma ideal para sua empresa: 

  • Divulgar vídeos institucionais para apresentar sua marca e produtos 
  • Publicar vídeos mostrando diferenciais e formas de utilização de seus produtos 
  • Dar acesso a vídeos com dicas relacionadas a seus produtos (como receitas em caso de produtos alimentícios; “looks” em caso de roupas e acessórios; cuidados com plantas, no caso de floricultura etc.) 
  • Fazer tutoriais de aplicação, montagem, consertos simples e manutenção de produtos 
  • Publicar vídeos de palestras e entrevistas sobre temas importantes para seu público/segmento

 

Instagram

Contando com 122 milhões de usuários no Brasil, o Instagram oferece como grande diferencial permitir a postagem em formatos variados, como posts, stories, IGTV e Reels. Aqui, o forte é a comunicação visual, acompanhada de textos curtos e mensagens diretas. Por meio do perfil da sua empresa você pode: 

  • Criar conteúdos em formatos variados, possibilitando diferentes formas de interação com seu público 
  • Publicar enquetes para conhecer melhor seu público 
  • Criar uma loja virtual  
  • Produzir lives de temas relevantes para seu segmento 
  • Apresentar benefícios, modos de uso e diferencias de seus produtos 
  • Engajar seu público, interagindo nos comentários de seus posts 
  • Divulgar promoções e liquidações 
  • Fazer atendimento ao consumidor (respondendo dúvidas, críticas e elogios)

 

Facebook

O Facebook vem perdendo popularidade, principalmente entre o público mais jovem: fevereiro de 22 ficou marcado como sendo o primeiro mês de queda de usuários ativos diários no mundo todo, desde que a rede social foi lançada, há 18 anos. Apesar disso, ainda é uma rede relevante, reunindo 116 milhões brasileiros. Apesar de possibilitar a publicação de posts publicados no Instagram de forma simultânea, o ideal é trabalhar a comunicação de maneira diferente. No Facebook, há espaço para textos mais longos (com o cuidado para não criar o famoso “textão”) e para o compartilhamento de post de outros perfis, visando uma curadoria de temas relevantes. Essa rede é mais voltada para sua empresa: 

  • Construir a imagem da sua marca para seu público-alvo 
  • Fazer atendimento ao consumidor (especialmente respondendo a dúvidas, críticas e elogios) 
  • Usar como um canal de vendas, criando uma loja virtual na plataforma 
  • Fazer transmissões ao vivo 
  • Levar tráfego para seu site, fazendo postagens cujos conteúdos completos estarão no seu site institucional 
  • Repostar conteúdos interessantes para seu público 
  • Publicar anúncios pagos para públicos segmentados 

TikTok

Sem dúvida, a rede favorita, no Brasil, de adolescentes, celebridades e humoristas, reúne 73,5 milhões de usuários no País.  Tem por característica ser um ambiente mais descontraído, com conteúdos apresentados de forma divertida e, claro, muita dancinha. Sua empresa pode usar essa rede para: 

  • Ganhar seguidores 
  • Reforçar atributos da sua marca 
  • Lançar desafios associados com sua marca 
  • Fazer parcerias com influenciadores para divulgar sua marca 
  • LinkedIn 
  • Se tudo é brincadeira no TikTok, no LinkedIn o ar é de seriedade. Rede voltada para contatos profissionais, o LinkedIn de cresceu com a crise de empregos gerada pela pandemia e chegou a 56 milhões de usuários no Brasil. É o espaço para sua empresa: 
  • Apresentar seu negócio, segmento de atuação e cultura organizacional 
  • Localizar fornecedores 
  • Divulgar vagas de trabalho 
  • Encontrar profissionais para seu time 
  • Prospectar clientes (especialmente empresas) 
  • Publicar conteúdos para profissionais que atuam no seu segmento 

 

Twitter 

No mundo todo, vive um declínio no número de usuários, cuja contabilidade fica bem imprecisa devido aos famosos bots (robôs), perfil automatizado, não controlado diretamente por uma pessoa, que publica tweets, segue pessoas, curte ou retuita tweets automaticamente, de acordo com a tendência desejada por seu criador. Os dados apontam que 19 milhões de brasileiros seguem ativos no Twitter (não é possível saber, no entanto, quantos são bots). No Twitter sua empresa pode: 

  • Publicar tweets para direcionar tráfego para seu site 
  • Interagir com seguidores 
  • Monitorar o que estão falando sobre determinado assunto  
  • Monitorar o que estão falando sobre as marcas do seu segmento 

 

Diante de tantas possibilidade e da relevância de cada rede, é natural o desejo de estar presente em todas elas. No entanto, a criação do perfil deve levar em conta a real capacidade de ter uma presença ativa e atenta. Criar um perfil e não atualizar, não interagir, não responder a críticas nem agradecer elogios pode ser mais prejudicial à marca do que a ausência. Nesse caso, o ideal é escolher a rede que mais se aproxima da personalidade da sua marca e concentrar os esforços de comunicação e interação.  


Está querendo melhorar a gestão do seu pequeno negócio? Cadastre-se no Portal Avançar e tenha acesso a cursos online gratuitos que vão ajudar você a superar dificuldades e prosperar. 

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.