Busca
Agronegócio Empreendedorismo

Pivotar: 5 empresas famosas que mudaram de rumo e se tornaram gigantes

Se mudar a direção de um negócio parece uma aposta arriscada, há alguns exemplos famosos que provam que é possível ser muito bem sucedido nesta estratégia. Conhecido como "pivotar", o movimento de mudar drasticamente o rumo da empresa tem sido enxergado como uma solução promissora para o empreendedor que quer uma nova oportunidade de negócios.

Neste artigo, você vai conhecer uma série de companhias mundialmente famosas que fizeram a manobra de pivotar e que, graças a ela, viraram o jogo completamente. Mas antes, vamos descobrir a definição exata de “pivotar”.

O que é pivotar no mundo dos negócios?

Pivotar significa mudar o rumo e o modelo de um negócio sem transformar completamente suas bases. É quando um empreendedor reconhece que sua estratégia atual não faz mais sentido e resolve dar uma grande guinada em algum aspecto de seus principais produtos ou serviços.

O termo vem do inglês "pivot", que quer dizer algo como "girar", "virar", "torcer" ou "um ponto fixo que suporta algo que gira ou se equilibra". É principalmente neste último significado que a palavra, aplicada aos negócios, se apoia.

Afinal, pivotar não deixa de ser "fazer um giro dentro do próprio eixo". Trata-se de uma grande mudança, mas ainda dentro das fundações estabelecidas na origem da empresa. Você vai perceber que as marcas retratadas nesta lista não mudaram de negócio completamente, mas usaram sua experiência de mercado ou percepções sobre o entorno para ousar e dar um passo realmente grandioso.

Empresas famosas que são ótimos exemplos de “pivotagem”

Netflix

Um dos casos mais famosos é o da Netflix, que começou na década de 1990 como um serviço de aluguel de DVDs entregue pelos correios. Em 2007, a empresa adicionou a opção de "vídeo sob demanda", que permita o cliente assistir a filmes através de seus aparelhos conectados à internet.

Foi a partir da implementação desta mudança que a empresa viu seu serviço original e principal com uma demanda muito menor que o "novo" serviço, já que, a cada ano, o mundo ficava mais digital, com os consumidores preferindo transmitir vídeos online a usar o leitor de DVD.

No fim, a Netflix viu a oportunidade e se adaptou a ela. Hoje, a empresa é a líder do seu mercado, sendo a maior marca de streaming de filmes e séries do mundo e excelente exemplo de pivot.

Honda

A Honda, atualmente, é um dos maiores fabricantes de automóveis do mundo. Na década de 1950, quando a empresa japonesa desembarcou nos Estados Unidos, a moto era o principal atrativo da marca. Os americanos, porém, não ficaram muito impressionados com o veículo para uso cotidiano, ao invés disso, ele caiu no gosto de um público muito particular -- os amantes de esportes radicais.

Assim, a Honda viu a oportunidade de focar em um perfil de clientes totalmente diferente, mas muito fiel. Com direito à diversas inovações para o setor, a Honda foi responsável por criar um mercado que antes sequer existia.

Starbucks

Antes de ser uma cafeteria localizada a cada esquina de grandes centros urbanos, a americana Starbucks vendia grãos de café e equipamentos para empresários na década de 1970. Anos depois, após ser vendida para Howard Schultz, o novo proprietário decidiu pivotar a loja de grãos para uma cafeteria de café expresso, inspirado por cafés italianos.

Ao longo das décadas seguintes, a Starbucks foi abandonando seu conceito europeu, se modernizando e se tornando o que conhecemos hoje.

Youtube

Você se lembra quando o YouTube era um site de namoro? Provavelmente não. O streaming de conteúdo popular mais famoso do mundo foi criado em 2005 com a intenção das pessoas arrumarem encontros após enviarem vídeos de si mesmos. A ideia, como você já imagina, não vingou. 

Foi quando um dos fundadores viu que o YouTube poderia ser mais do que apenas um site de relacionamentos, mas uma plataforma de vídeos genéricos, onde qualquer pessoa, com qualquer interesse, pudesse publicar e encontrar vídeos variados.

Dois anos depois, a empresa foi adquirida pelo Google por US$ 1,65 bilhão e hoje é uma plataforma de vídeos que atrai milhões de usuários diariamente. 

Como deu para perceber, reajustar a rota no meio do caminho a fim de atender a uma necessidade do setor foi fundamental para que essas empresas se tornassem as maiores de seus segmentos. Às vezes, reformular sua ideia original pode ser o que o seu negócio está precisando.

Empreender exige diversas habilidades, mas no Portal Avançar você tem a ajuda que precisa: conteúdos atualizados sobre tudo o que envolve ter um pequeno negócio.  Confira agora mesmo.

Continue lendo

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, memorizar suas preferências e personalizar o conteúdo publicitário de acordo com seus interesses. Veja mais detalhes em nossa Política de Privacidade.