5 práticas de negociação internacional para aplicar agora

Saber lidar com as diferenças culturais é essencial para o sucesso fora do país

Foto: Envato Elements

Para ter sucesso no exterior, a empresa precisa saber se adaptar à cultura do novo país. Por isso, em uma negociação internacional, sai na frente quem consegue lidar bem com uma eventual divergência, posicionando-se de forma adequada perante o interlocutor.

Pode parecer simples, mas na prática não é fácil lidar com a diferença cultural. Engana-se quem imagina que ela seja irrelevante em uma economia globalizada. Hoje existe espaço para a atuação das empresas fora de sua fronteira geográfica, mas ter uma operação bem-sucedida depende de alguns cuidados.

Foi pensando nisso que preparamos este artigo. Vamos apresentar algumas medidas para valorizar uma negociação internacional. Confira!

1. Prepare-se para a negociação

Uma negociação bem-sucedida depende do conhecimento que você conseguiu reunir sobre o seu parceiro de negócio. É dessa forma que a sua empresa saberá exatamente o que oferecer — e em quais condições.

Em uma transação realizada em outro país, esse planejamento deve ser ainda mais cuidadoso. Além dos aspectos básicos do negócio, é importante que a sua preparação envolva outras questões, como o domínio das práticas culturais daquela região.

2. Tenha atenção aos costumes da região

Nem sempre nos damos conta disso, mas a falta de respeito às particularidades de cada local faz muita diferença. No Brasil, por exemplo, um eventual atraso costuma ser tolerado. Em outro local essa atitude pode ser desastrosa para o negócio, uma vez que abala a confiança que a pessoa deposita em você.

Fique atento também às práticas adotadas no país em relação ao nível de formalidade ideal da reunião. Dependendo do tipo de encontro, deve-se planejar com antecedência o que será servido, por exemplo, tomando cuidado para não colocar o convidado em uma situação desagradável.

3. Facilite a negociação, seja flexível

Quem tem o desafio de conduzir um acordo comercial fora do seu país deve garantir condições propícias para dar continuidade à negociação. Assegure-se de que existe margem para ceder um pouco.

Essa postura faz com que o parceiro se sinta valorizado na conversa e demonstra o interesse da sua empresa em atender à demanda. Parece um detalhe, mas a inflexibilidade na hora da negociação costuma ser um empecilho para o fechamento de um bom contrato.

4. Respeite as particularidades de cada mercado

Os impostos variam bastante de acordo com o país, bem como a regulamentação que rege cada setor. Se é difícil dominar esses aspectos técnicos no Brasil, imagine no exterior.

Para não errar, é imprescindível que o gestor levante o máximo de informações sobre o assunto e, sempre que necessário, contrate um serviço especializado.

5. Minimize o risco

A atenção com essas questões tende a minimizar o risco de uma operação internacional, evitando um imprevisto que possa inviabilizar a atividade ou comprometer a margem de lucro.

Apesar de toda a complexidade envolvida em uma negociação internacional, tenha em mente que o resultado desse tipo de acordo compensa. Estamos nos referindo à oportunidade de aprimorar o índice de produtividade e de ampliar a margem de lucro, por causa do ganho de escala.

Quer vender para outros países? Conheça nossas iniciativas que oferecem atendimento personalizado, ferramentas, produtos e serviços para apoiá-lo a expandir seus negócios para o mercado internacional.