Pensando em montar um restaurante pequeno ou café?

Reconheça características do mercado e do segmento para saber se vale a pena investir em um restaurante ou cafeteria como negócio

Publicado em 30/01/2018

Restaurant


O ramo alimentício é considerado um mercado promissor para se investir no Brasil. Restaurantes ou cafeterias são campos em alta, apontam pesquisas do segmento, que revelam um crescimento de 10% ao ano desse setor.

Entretanto, para fazer dessa iniciativa um meio de ganhar a vida é importante levar alguns pontos em consideração.

Você tem perfil para se aventurar no setor de alimentação? A localização da sua empresa é estratégica? Como atrair clientes frente à concorrência? Essas são algumas questões que devem ser avaliadas. Conheça cinco dicas para montar um restaurante pequeno ou café.

 

1. Eu tenho perfil de empresário?

Não basta apenas cozinhar bem. Você precisa refletir se tem perfil para tocar o seu próprio negócio: traçar planos e metas, sempre com base em consultas a especialistas, são os primeiros passos. Outros pontos precisam ser considerados. Sinto-me à vontade com desconhecidos? Estou disposto a trabalhar até tarde da noite, aos finais de semana e em feriados?

 

2. A região é ideal para abrir o negócio?

Não basta somente encontrar um imóvel bom e barato para abrir o seu restaurante ou cafeteria. É preciso estudar o comportamento de quem vive ou passa com frequência pelo bairro. A sugestão é observar os costumes, horários e perfis dos possíveis clientes. Contratar uma pesquisa de mercado também é uma opção válida.

 

3. Estude os concorrentes e clientela

É através de um levantamento da área que o empresário pode discriminar a renda média da população que vive nas imediações, medida que ajuda a traçar uma linha para definir os produtos e pratos que serão comercializados, bem como os valores mais adequados a serem aplicados.

O mesmo estudo deve ser realizado com vistas nos concorrentes. Saiba o que eles estão vendendo para oferecer algo inovador em seu restaurante ou café.

 

Ainda dá tempo de investir na onda gourmet?

 

4. Contrate bons funcionários

Clientes esperam que um restaurante ou café ofereça um bom atendimento. Isso engloba a prestação de serviço como um todo: clareza na descrição dos produtos comercializados, nos preços e bom relacionamento com as pessoas estão entre alguns exemplos. Tratando-se de um segmento alimentício, claro que não pode faltar um bom cozinheiro no estabelecimento.

Uma vez oferecido acolhimento e sabor de qualidade é praticamente certo o retorno do cliente, que ainda fará propaganda do seu restaurante ou café para os conhecidos.

 

Não economize no marketing

Um marketing bem-feito é um método considerado infalível para promover o seu negócio. Tanto para o restaurante quanto para a cafeteria, não se deve economizar dinheiro e tampouco criatividade na elaboração do cardápio e de cartões de fidelidade. Ambos os itens precisam ser bem estruturados.

A comunicação visual deve conter imagens atrativas e bem distribuídas nas páginas. Cuidado com a poluição visual.

Realizar sorteios sempre que puder e marcar presença constante nas redes sociais são outras dicas importantes para atrair e fidelizar os clientes.