Uma loja de brinquedos que vende felicidade

Ricardo era um médico pediatra, que tinha seu consultório, até que seu único imóvel foi desocupado e uma sequência de fatos o levou a abrir uma loja de brinquedos

Ricardo era um médico pediatra, que tinha seu consultório, até que seu único imóvel foi desocupado e uma sequência de fatos o levou a abrir uma loja de brinquedos. "Afinal, pediatra entende de criança", conta.

"Faça sempre do seu jeito!". Mesmo sofrendo com prejuízos constantes, e sabendo que não poderia construir uma grande empresa simplesmente copiando cases bem sucedidos, ele criou uma cultura vencedora de prestação de serviços e comunicação com seus colaboradores, e transformou a RiHappy em uma das maiores redes varejistas de brinquedos do país.

Inspire-se com a história de persistência e autoconhecimento de Ricardo Sayon!


Uma loja de brinquedos que vende felicidade
Ricardo era um médico pediatra, que tinha seu consultório, até que seu único imóvel foi desocupado e uma sequência de fatos o levou a abrir uma loja de brinquedos.

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

5 características das startups para incorporar em seu negócio

Notícias e Atualidades

O que são negócios de impacto social?

Desenvolvimento

Day 1 | O brasileiro que desafiou os melhores

Desenvolvimento

Day 1 2017 - Carlos e Noeli