4 passos para contratar um executivo C-level para sua empresa

Processo seletivo para cargos de confiança deve ser ainda mais rigoroso.

11-04-2019

.

Um
estudo realizado pela Robert Half em dezembro de 2017 revelou que 76% dos executivos sentem muita dificuldade de encontrar profissionais qualificados. Os motivos que levam a considerar a contratação desafiadora são inúmeros. O processo de recrutamento para a escolha de um executivo C-level, por exemplo, é criterioso e exige a avaliação de aspectos técnicos e comportamentais do candidato.

Tendo em vista a importância de empregar um profissional competente para exercer um grande cargo da companhia, elencamos alguns esclarecimentos sobre o assunto e dicas para selecionar um executivo de alta performance. Não deixe de conferir!

O que é um cargo C-level?

A expressão C-level faz referência ao profissional que ocupa o cargo de chefia em uma organização. A nomenclatura utilizada em inglês designa funções de alto escalão que, em geral, iniciam com a letra 'C' (de chief).

As competências desempenhadas por esse colaborador são de extrema importância para o bom andamento do negócio. Afinal, os executivos são os principais responsáveis por tomar decisões estratégicas para o desenvolvimento da instituição.

Quais são as funções correspondentes aos cargos C-level?

Confira alguns dos cargos C-level mais conhecidos e suas respectivas competências dentro da organização!

CEO (Chief Executive Officer)

CEO corresponde ao cargo de diretor geral em uma empresa. O profissional que ocupa essa função está no topo da hierarquia operacional e obtém grande autonomia para guiar a instituição da melhor forma.

CFO (Chief Financial Officer)

CFO corresponde ao chefe de finanças da empresa. Trata-se do responsável pela gestão dos recursos e pelo bom controle orçamentário.

COO (Chief Operation Officer)

COO é o diretor operacional da empresa, sendo o braço direito do CEO. É ele quem coordena a rotina de trabalho da instituição e verifica o alcance de metas, a produtividade da equipe e o resultado financeiro da companhia.

Passos para contratar um executivo C-level

1. Observe a necessidade

Antes de anunciar vaga para contratar um executivo C-level, é importante identificar a necessidade do negócio para o cargo e o propósito da instituição.

A partir dessa análise, será mais fácil traçar o perfil ideal do candidato a fim de atender a demanda. Isso contribui, sem dúvida, para um processo seletivo mais fiel à expectativa da empresa.

2. Avalie o currículo de atuação

A análise do currículo assume, também, papel fundamental na hora de contratar um executivo C-level. Por meio do documento, será possível constatar a experiência prévia do candidato e verificar se ele está apto a lidar com as situações adversas no dia a dia da empresa.

Afinal, é importante que ele tenha bagagem e saiba suprir as necessidades do negócio de maneira profissional e responsável.

3. Considere a competência técnica

Outro aspecto a ser considerado é o repertório do candidato. Muitas vezes, a empresa fica atenta à formação e à experiência prévia, mas observa pouco a competência do indivíduo para o cargo.

Procure saber se a pessoa conseguiu obter um bom resultado em empregos anteriores e se está amparada pelo conhecimento técnico adequado para guiar o negócio.

4. Avalie a compatibilidade com a empresa

Observe também se o candidato tem afinidade com a cultura da empresa. Afinal, de nada adianta contar com competência técnica se o executivo guia a instituição por caminhos que ela não gostaria de tomar.

Para garantir que o negócio alcance o seu objetivo, procure fazer uma análise comportamental alinhada ao propósito da organização. Assegure-se, também, de que o candidato conhece a companhia e sabe como exercer o cargo de acordo com os princípios institucionais.

Contratar um executivo C-level não é tarefa fácil. É preciso ter critério para garantir que o profissional está apto a guiar a empresa de acordo com a sua necessidade. Por esse motivo, é importante estabelecer parâmetros de avaliação técnica e comportamental do candidato. Da mesma forma, torna-se indispensável verificar o repertório que o executivo acumulou em experiências anteriores.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

As 10 profissões do futuro na área administrativa

Notícias e Atualidades

As dez habilidades profissionais mais requisitadas nos currículos, segundo o LinkedIn

Desenvolvimento

Cultura Organizacional e Modelo de RH

Desenvolvimento

Empresas familiares e as contribuições da governança corporativa

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR