Entenda o comportamento do consumidor nas redes sociais e tire ideias valiosas

Segundo pesquisa, mais da metade dos consumidores olham avaliações das empresas antes de efetuar uma compra.

11-02-2019

.

Toda companhia tem por objetivo satisfazer a vontade e a necessidade do seu público, buscando impulsionar a lucratividade do negócio. A maior exigência do mercado exige um movimento organizacional de pesquisa, o que é possível graças ao comportamento do consumidor nas
redes sociais.

As mídias sociais são capazes de oferecer informações valiosas, que podem se tornar ideias. Segundo a MindMiners, cerca de 21% dos usuários utilizam tais plataformas como fonte de pesquisa antes de concluir uma compra.

Confira a seguir como extrair o melhor desses canais!

Autonomia do consumidor

Hoje, o consumidor detém autonomia em relação a todo produto ou serviço que consome. Ele tem um papel ativo nessa escolha, impondo que a empresa preste atenção à sua opinião.

Ainda focado na autonomia, o cliente moderno é mais ativo. Ele procura por uma informação, um depoimento ou avaliação de outra pessoa antes de concluir uma compra. Vale lembrar que o hábito de consumo é ligado a um valor social.

Uma interação em uma rede social pode representar a validação desse valor. Não é à toa que 77% do público consumidor informou que dados obtidos nesses canais tiveram impacto na sua decisão de compra, como apontou uma pesquisa da consultoria PwC.

Monitoramento de menções

Para adaptar uma ação de marketing digital, é preciso primeiro monitorar as menções feitas nesses canais. É importante saber o que o seu cliente fala sobre a organização. Dessa forma, será possível identificar o alcance da marca, além de poder encontrar alguma tendência atrelada ao seu nome.

Há ferramentas no mercado que permitem monitorar todos os canais em um único lugar. Com o auxílio delas, é possível saber de imediato quando alguém diz algo positivo ou negativo sobre o seu negócio, mesmo que ele não inclua o nome do seu usuário na rede.

Análise de relatório

Outro ponto a ser checado é o relatório gerado pelo próprio canal ou ferramenta especializada. Por meio de um documento, ele possibilita uma visão certeira sobre o que as pessoas pensam da sua marca e como agem diante dela.

Além de verificar a localização demográfica do seu público, é possível saber qual tipo de conteúdo tem maior engajamento, como é a interação do usuário, qual é a impressão sobre o produto ou serviço oferecido, que tipo de melhoria ou qualidade ele mais preza, entre outros.

Com isso, a definição estratégica é garantida, diante de um alinhamento condizente com o comportamento do consumidor. Por exemplo: se for lançar um novo produto, ficará mais fácil adequar o conteúdo e encontrar o canal de divulgação com maior alcance, adaptando toda a campanha de lançamento para que ela tenha eficácia na rede social.

Outra ação que poderá ajudá-lo é o cuidado com SAC 2.0 e a resposta a comentários nas redes sociais. Ambos são utilizados para manter um contato mais próximo com o consumidor — não só diante de um elogio, mas também na hora de receber uma reclamação ou crítica.

Quanto mais eficaz for essa comunicação, maior o aproveitamento da rede social. Isso permite o direcionamento estratégico do atendimento de acordo com cada canal.

O avanço da tecnologia deu poder ao cliente. Ele passou a ter uma voz mais ativa para dizer o que gosta ou não gosta. Dessa maneira, sai na frente a empresa que se compromete, adaptando-se ao comportamento do consumidor nas redes sociais.

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Confira as regras internacionais de padronização de etiquetas

Notícias e Atualidades

Conheça o indicador que você não pode deixar de medir na sua empresa

Desenvolvimento

Inovação com Maurcio Botelho e Marcio Utsch

Desenvolvimento

Investidor ou empréstimo: como financiar meu negócio?

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR