Brasileiros estão comprando mais por aplicativos e redes sociais

Com a popularização dos dispositivos móveis, consumidores optam por novos canais de venda

23-08-2019

Brasileiros estão comprando mais por aplicativos e redes sociais
Foto: Envato Elements

O comércio eletrônico não está mais restrito aos sites de lojas. Os consumidores brasileiros estão comprando cada vez mais através de aplicativos e redes sociais, segundo um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Seis em cada dez (61%) internautas entrevistados realizaram uma compra por meio de aplicativos de lojas nos 12 meses anteriores à pesquisa, o que representa um aumento de 10 pontos percentuais em comparação com o ano anterior.

WhatsApp e Instagram aparecem com destaque entre os aplicativos de redes sociais: as ferramentas foram utilizadas por 18% e 14% do total de consumidores que fizeram aquisições pela internet no último ano, respectivamente.

Esse movimento de transição dos canais de compra pode ser explicado pela popularização dos dispositivos móveis no país, cada vez mais presentes no cotidiano dos consumidores. Junto com essa movimentação, os sites de lojas tiveram queda de quatro pontos percentuais no período, sendo a preferência de 89% dos consumidores, seguidos das lojas de rua, com 48%.

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, “ampliar e integrar os múltiplos canais de venda e relacionamento não é apenas um meio de aumentar o faturamento, os benefícios vão muito além”. “Trata-se de entender que os conceitos de on-line e off-line já se integraram para poder melhor atender às expectativas do consumidor conectado. Essa forma de atuar é que vai gerar aumento de vendas e mais fidelização daqui em diante”, avalia em nota.

Relacionamento

A pesquisa ainda mostra que a maioria dos consumidores aprecia o fato das suas preferências serem consideradas pelas lojas. Do total de entrevistados, 66% afirmam que gostam quando as empresas personalizam as ofertas de produtos e serviços levando em consideração seus hábitos e interesses. Outros 64% esperam que os varejistas tenham informações atualizadas sobre como gostam de interagir com eles em todos os canais, enquanto 62% gostam de receber sugestões de ofertas ao abrir sites ou redes sociais.


Confira também: Os 5 produtos mais vendidos da internet

CONTEÚDO RELACIONADO

Notícias e Atualidades

Confira as regras internacionais de padronização de etiquetas

Notícias e Atualidades

Por que você vendeu e não viu a cor do dinheiro?

Desenvolvimento

Cloud computing e Software as a Service

Desenvolvimento

Marketing Estratégico para alavancar os seus negócios

O que você achou desta matéria?

O QUE A GENTE PODE FAZER PELA SUA EMPRESA, HOJE?

Para tornar nossos conteúdos cada vez mais atrativos, responda nossa pesquisa e nos conte quais temas são mais relevantes para o seu desenvolvimento

RESPONDER

JÁ RECEBE A NOSSA NEWSLETTER?

Para receber gratuitamente as notícias que interessam a quem tem negócios, insira um endereço de e-mail:

CADASTRAR