As mídias mais acessadas por gerações durante a pandemia

Período de quarentena aumentou o consumo de mídia em todas as faixas etárias, principalmente nos serviços de streaming e transmissões ao vivo

Publicado em 22/05/2020

Foto: Envato Elements

A pandemia do coronavírus mudou completamente a rotina de pessoas e empresas ao redor do mundo. Para conter a disseminação do vírus, uma das recomendações de governos e entidades como a Organização Mundial da Saúde (OMS) é o isolamento social – e isso mudou o dia a dia, o consumo e o trabalho em todo o planeta.

O site Visual Capitalist realizou uma pesquisa com mais de 4 mil pessoas analisando o comportamento de consumo de mídia durante a quarentena nos Estados Unidos e na Inglaterra. Apesar de ser uma análise regional, os resultados podem trazer insights interessantes para a realidade no Brasil.

Confira os dados a seguir.

Geração Z (16 a 23 anos)

  • Vídeos online - 51%;
  • TV online/streaming - 38%;
  • Videogame - 31%;
  • Streaming de música - 28%;
  • Televisão - 24%;
  • Imprensa online - 21%;
  • Livros/literatura - 18%;
  • Livestream - 17%;
  • Rádio - 17%;
  • Podcast - 11%;
  • Nenhum - 10%;
  • Imprensa escrita - 9%.

Millennials (24 a 37 anos)

  • Vídeos online - 44%;
  • TV online/streaming - 41%;
  • Imprensa online - 36%;
  • Televisão - 35%;
  • Streaming de música - 35%;
  • Videogame - 31%;
  • Livestream - 30%;
  • Rádio - 26%;
  • Livros/literatura - 20%;
  • Podcast - 20%;
  • Imprensa escrita - 19%;
  • Nenhum deles - 10%.

Geração X (38 a 56 anos)

  • Televisão - 45%;
  • TV online/streaming - 38%;
  • Rádio - 38%;
  • Vídeo online - 35%;
  • Imprensa online - 31%;
  • Streaming de música - 27%;
  • Livestream - 21%;
  • Livros/literatura - 21%;
  • Videogame - 19%;
  • Nenhum deles - 17%;
  • Podcast - 10%;
  • Imprensa escrita: 7%.

Boomers (57 a 64 anos)

  • Televisão - 42%;
  • Nenhum deles - 24%;
  • TV online/streaming - 21%;
  • Rádio - 15%;
  • Imprensa online - 15%;
  • Livros/literatura - 13%;
  • Streaming de música - 12%;
  • Vídeos online - 11%;
  • Videogame - 10%;
  • Livestream - 9%;
  • Imprensa escrita - 7%;
  • Podcast - 4%.

Infográficos

Acesse os infográficos na íntegra, em inglês, aqui.

Leia também:
Projeto “Heróis usam máscara” irá produzir 10 milhões de máscaras para prevenção ao coronavírus
As marcas mais lembradas pelos brasileiros na pandemia do coronavírus
Coronavírus: quais cuidados você deve ter na sua empresa