São Paulo é uma das 50 melhores cidades para empreendedorismo feminino

Cidade é a única representante brasileira presente em ranking elaborado pela Dell

São Paulo é uma das 50 melhores cidades para empreendedorismo feminino
Foto: Envato Elements

A cidade de São Paulo está entre as 50 melhores do mundo para mulheres empreenderem. O dado foi divulgado em um ranking elaborado pela Dell, que analisou diversos ecossistemas empreendedores ao redor do mundo para entender os obstáculos que existem não só para as mulheres começarem seus negócios, mas também para fazê-los crescer.

A capital paulista, que aparece no 45º lugar no levantamento, é a única representante brasileira no estudo – e a quarta da América Latina, junto de Cidade do México (29ª), Lima (42ª posição) e Guadalajara (46ª).

O topo do ranking foi composto pela área da baía de São Francisco e pelas cidades de Nova York, Londres, Boston e Los Angeles – todas nos Estados Unidos.

Em comparação com a edição anterior, feita em 2017, 30 das 50 cidades melhoraram em mais da metade de seus indicadores, com destaque para América Latina e Europa.

Critérios

O ranking leva em consideração cinco fatores: mercado, talentos, capital, cultura e tecnologia. Foram avaliadas as políticas públicas e privadas que fomentem o empreendedorismo feminino pela perspectiva de cada um deles.

A melhorar

No quesito “Mulheres em conselhos corporativos”, São Paulo aparece como uma das cidades que precisam de melhorias, ao lado de Dubai, Seul, Guadalajara, Cidade do México e Tóquio.

“Falta de investimentos, alto custo de vida, baixa representatividade feminina em papéis de liderança e falta de políticas públicas que deem suporte a mulheres empreendedoras estão entre as principais barreiras, globalmente”, destaca o estudo.


Leia também: Conheça o ranking dos 10 países mais ricos e desenvolvidos